keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Abatedouro clandestino é fechado no Alto Vale do Itajaí

Quando a equipe chegou na propriedade, encontrou 51 couros bovinos salgados e armazenados em um galpão, além de um local para queima de ossos e resíduos do abate

X

O Departamento Regional da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina – Cidasc de Rio do Sul fechou, na última semana, um abatedouro clandestino que funcionava na zona rural do município de Vidal Ramos. A denúncia, feita anonimamente, dava informações sobre a existência de um local onde frequentemente ocorriam abates de bovinos, onde havia a queima de resíduos, o qual exalava um forte cheiro na região.

Quando a equipe chegou na propriedade, encontrou 51 couros bovinos salgados e armazenados em um galpão, além de um local para queima de ossos e resíduos do abate. A operação, coordenada pelos médicos veterinários Lauri José Giachim, Patrícia Mayer e o gestor de Defesa Agropecuária César Augusto Barbosa de Macedo, contou com o apoio da Polícia Militar Ambiental (PMA) de Rio do Sul.

De acordo com o médico veterinário Lauri José Giachim, foi constatado em flagrante a prática do abate clandestino. “Foram encontrados instrumentos e estrutura improvisada e inadequada para abate e processamento e sem registro nos serviços de inspeção oficial (SIM, SIE, SIF). Além da estrutura inadequada, foi encontrado um bovino sem os brincos de identificação individual”.

Lauri complementa que “foi realizada a apreensão e destruição dos couros na propriedade, bem como a autuação do proprietário. Todo cidadão que queira regularizar a sua atividade deve dirigir-se ao escritório da Cidasc responsável pelo seu município e solicitar maiores informações. Faremos toda a orientação no que se refere às normas sanitárias que regulamentam a produção de produtos de origem animal em Santa Catarina”.

A atuação do Serviço de Inspeção assume um papel importante na qualidade dos produtos e na garantia da saúde dos consumidores, seja através do combate a produção e comercialização de alimentos de origem clandestina, como pelo aumento da oferta de produtos inspecionados pelas fiscalizações higiênico-sanitários. Através das ações da Cidasc, objetivamos conscientizar a população e os comerciantes sobre o grande risco do abate clandestino e da comercialização dos produtos provenientes da clandestinidade.

Fonte: Clicsc

Geral

Mais de 80 mil pessoas foram vacinadas contra a gripe em uma semana em SC

A maior parte das doses aplicadas foi no grupo das crianças com idade entre 6 meses e menos de 6 anos (64 mil).

Geral

Santa Catarina vacina mais de 80 mil pessoas contra gripe em uma semana

Santa Catarina aplicou mais de 80 mil doses nos grupos prioritários

Geral

Unimed Litoral está contratando; veja as oportunidades de emprego

Unimed Litoral foi classificada entre as 100 empresas incríveis para trabalhar no Brasil

Geral

Caminhoneiro que arrastou moto e matou mulher na BR-101 tem a prisão preventiva mantida pela justiça

O caso ficou conhecido nacionalmente depois que as cenas do caminhão arrastando a moto com o piloto pendurado na porta do motorista, por mais de 20km

Geral

VÍDEO: Aluno da UFSC poderá ser expulso por sexo explícito durante aula online

Apenas um dos alunos compartilhava a câmera enquanto a professora iniciava a disciplina. As imagens registravam justamente dois jovens – um homem e uma mulher – praticando sexo explícito.

Mais notícias

Geral

Mais de 80 mil pessoas foram vacinadas contra a gripe em uma semana em SC

A maior parte das doses aplicadas foi no grupo das crianças com idade entre 6 meses e menos de 6 anos (64 mil).

Segurança

Jovem que morreu após acidente entre moto e carro em Itapema é identificado

Vítima tem 25 anos e morreu após bater a moto na traseira de veículo em Itapema