keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Alerta: Criminosos se passam por delegados para extorquir vítimas em SC

Investigações já chegaram, por exemplo, a uma quadrilha que agia de dentro de presídios do Rio Grande do Sul

X

A ADEPOL-SC e seus associados alertam a população sobre um tipo de golpe que se torna cada vez mais recorrente em Santa Catarina: criminosos se passam por Delegados de Polícia para extorquir vítimas por meio de redes sociais. Não caia nessa. Ao primeiro contato, procure uma Delegacia de Polícia e registre um Boletim de Ocorrência.

Esse tipo de golpe não é exclusividade apenas de Santa Catarina. Há casos registrados em vários outros Estados. Um dos casos mais frequentes é o da “sextorsão”.  Neste caso, a vítima recebe um pedido de amizade em uma rede social, por parte de uma garota jovem e bonita. Durante a conversa, a pessoa passa a enviar fotos de mulheres nuas e também pedem fotos íntimas. O público-alvo do golpe são homens bem sucedidos. Há também casos de supostas cobranças por dívidas judiciais e tributárias, as quais não têm relação com a atividade do Delegado de Polícia.

A partir do momento em que as fotos são enviadas pela vítima, os suspeitos começam a extorqui-la, afirmando que se trata de um caso de pedofilia e exigem o pagamento de valores, a fim de evitar um suposto processo. O “falso delegado” então propõe uma resolução “amigável” mediante transferência bancária. A Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC)e outras unidades, já investiga esses casos.

As investigações já chegaram, por exemplo, a uma quadrilha que agia de dentro de presídios do Rio Grande do Sul.

“O importante é prevenir como, por exemplo, não iniciar conversas com perfis desconhecidos ou sem identificação. Não trocar informações, principalmente fotos íntimas e, na primeira suspeita, procure a Polícia Civil”, destaca o presidente da ADEPOL, Delegado Rodrigo Falck Bortolini. Ele chama a atenção também para os contratempos que a ação dos golpistas geram para os próprios policiais civis e delegados.

“São nomes de profissionais sérios e corretos que estão sendo usados indevidamente até em outros estados para a prática de crimes. Mas uma coisa precisa ficar bem clara: policial civil não fala sobre investigação por redes sociais. Em caso de uma investigação a pessoa será devidamente intimada por uma Delegacia de Polícia”, completa Bortolini.

Segurança

Quatro pessoas da mesma família morrem em incêndio em SC

Quatro pessoas da mesma família morreram carbonizadas em um incêndio na manhã deste sábado (08) na cidade de São Domingos, no Oeste catarinense. A casa da família ficou destruída. Morreram no local um homem de […]

Segurança

Acidente com dois caminhões interdita a BR-101 e deixa motorista em estado grave

Um acidente foi registrado na noite desta sexta-feira (07), no km 36 da BR-101, em Joinville. Ao menos dois caminhões se envolveram. Um deles, atravessou e interditou a pista. O fluxo foi desviado para a […]

Segurança

Polícia apreende quase meia tonelada de carne estragada em um único mercado

A Polícia Civil apreendeu na tarde desta sexta-feira (07) 440 Kg de carnes impróprias para o consumo em um mercado em Tubarão, Sul do Estado. Foi em ação da Delegacia de Delitos de Trânsito e […]

Segurança

Assassinato de adolescente foi motivado pelo tráfico de drogas

A Polícia Civil solucionou o homicídio de um adolescente de 17 anos ocorrido na madrugada de quinta-feira (06), em Lontras. A vítima foi morta por golpes de facão, por volta das 03h30min, em sua residência, […]

Segurança

Homem é preso por estuprar a sobrinha de 11 anos

Uma ação conjunta entre a Polícia Civil de Santa Catarina e a Polícia Civil do Paraná prendeu na manhã desta sexta feira (07) um homem suspeito de estupro contra a sobrinha de 11 anos por […]

Mais notícias

coronavirus

Pela segunda semana seguida, apenas uma região do estado está em nível grave

Não houve alterações de classificação em relação à matriz divulgada no último final de semana

Segurança

Quatro pessoas da mesma família morrem em incêndio em SC

Quatro pessoas da mesma família morreram carbonizadas em um incêndio na manhã deste sábado (08) na cidade de São Domingos, no Oeste catarinense. A casa da família ficou destruída. Morreram no local um homem de […]