keyboard_backspace

Página Inicial

Coluna Pelo Estado

Alesc reverência SC como área livre de aftosa sem vacinação

Leia os bastidores da política em Santa Catarina na Coluna Pelo Estado de hoje

X
Divulgação

A Assembleia Legislativa realiza nesta quarta-feira (25) sessão especial, proposta pelo presidente do Parlamento, deputado Moacir Sopelsa (MDB), para destacar os 15 anos de certificação de Santa Catarina como área livre de febre aftosa sem vacinação de rebanhos, reconhecida pela Organização Mundial de Saúde Animal. Sopelsa vem de família de produtores rurais e como secretário estadual da Agricultura teve intensa participação no processo que garantiu um status diferenciado ao único estado brasileiro reconhecido internacionalmente por ter rebanhos com sanidade em padrões exigidos por mercados com grande potencial para a exportação, o que determinou a expansão do agronegócio catarinense.

A sessão programada para as 19 horas, no Plenário Osni Régis, vai reverenciar instituições e personalidades que tiveram participação direta no processo de reconhecimento do status sanitário que alavancou a produção agrícola estadual. O presidente lembra que antes foi necessário controlar a aftosa com vacinação, o que só foi possível com muito esforço de técnicos, agrônomos e veterinários e produtores. Só depois de exterminada a doença no meio rural foi possível atingir o novo patamar sanitário. A conquista, ele lembra, passou pela superação de episódios tensos, quando Santa Catarina já tinha suspendido a vacinação, com rebanhos controlados. Num deles, houve um foco no município de Jóia, no interior gaúcho, e a pressão para que a vacinação voltasse. Anos depois, com Sopelsa secretário estadual da Agricultura, outro foco em Toledo (PR).


O trabalho intenso resultou numa grande evolução do setor agrícola, hoje responsável por 70% das exportações de Santa Catarina. Em 2006, as exportações anuais de carnes estavam na casa dos US$ 300 milhões. Hoje ultrapassam US$ 5 bilhões. Sopelsa não tem dúvida de que o mercado internacional é consequência do trabalho em favor da sanidade animal. “Santa Catarina atingiu outro patamar no agronegócio por conta da certificação de área livre de aftosa sem vacinação. Abriu mercados pelo mundo afora “, destaca Sopelsa.

Aporte no HRO

A força-tarefa criada para encontrar soluções para o Hospital Regional do Oeste (HRO) começa a apresentar resultados. Com o compromisso de restabelecer um equilíbrio financeiro da instituição instalada em Chapecó, referência em quatro áreas: oncologia, ortopedia, neurologia e gestação de alto risco, o Governo do Estado vai aportar emergencialmente R$ 14 milhões à unidade. Ao mesmo tempo, a Secretaria da Saúde (SES) e o TCE darão sequência a uma auditoria operacional.

Educação

O governador Carlos Moisés da Silva e o deputado e ex-secretário de Estado da Educação, Luiz Fernando Vampiro, receberam nesta terça-feira, 24, a maior honraria da educação catarinense. Trata-se do Diploma de Mérito Educacional, que será entregue em homenagem feita pelo Conselho Estadual de Educação. A solenidade faz parte da programação alusiva para as comemorações dos 60 anos de instalação do Conselho Estadual de Educação. Vampiro foi secretário de Estado da Educação por 14 meses.

Apicultura

O Dia Mundial da Abelha, comemorado em 20 de maio, foi incluído no calendário oficial do estado como o Dia Catarinense da Abelha por meio de lei do deputado Padre Pedro Baldissera (PT), que apresentou em conjunto com o deputado Moacir Sopelsa (MDB), presidente da Alesc, um Projeto de Lei que cria a Política Estadual para o Desenvolvimento e a Expansão da Apicultura e Meliponicultura (Polimel) e institui o Programa Estadual de Incentivo à Apicultura e Meliponicultura (Promel).

Plano 1000

A deputada estadual Paulinha (Podemos) comemorou em suas redes sociais o resultado de sua articulação que resultou em mais de R$ 18 milhões de investimentos para três municípios do estado, dentro do Plano 1000 – o maior programa municipalista da história catarinense. O montante será dividido em R$ 8 milhões para Porto Belo; R$ 5 milhões para Camboriú e R$ 4,6 milhões para Herval do Oeste. Nos três casos os recursos serão destinados para pavimentação e requalificação de vias públicas.

Fonte: Clicsc

Coluna Pelo Estado

Confiança do industrial catarinense bate recorde em 2022

Leia os baistidores da política de Santa Catarina na Coluna Pelo Estado de hoje

Coluna Pelo Estado

Saúde intensifica ações para acelerar cirurgias eletivas

Leia os bastidores da política de Santa Catarina na Coluna Pelo Estado desta terça-feira (21)

Coluna Pelo Estado

Serviços do Governo do Estado poderão ser digitalizados

Leia os bastidores da política de Santa Catarina na Coluna Pelo Estado de hoje

Coluna Pelo Estado

Saiba dos bastidores da política de SC na Coluna Pelo Estado desta sexta-feira (10)

Coluna Pelo Estado

Saúde intensifica combate às doenças respiratórias

Leia os bastidores da política de Santa Catarina na coluna Pelo Estado de hoje

Mais notícias

Geral

Âncora da CNN comete gafe e fala palavrão ao vivo; Veja o vídeo

Internautas não perdoaram e vídeo viralizou na web

Segurança

Homem descumpre medida protetiva contra ex-mulher e acaba preso em Gaspar

Ela possuía medida protetiva de afastamento e proibição de manter contato desde o ano passado