keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Amigos pedem ajuda para o tratamento do policial militar que foi baleado durante assalto ao banco em Criciúma

Campanha quer arrecadar fraldas geriátricas e lenços umedecidos

X

Para ajudar no tratamento do policial militar Jefferson Luiz Esmeraldino, de 32 anos, baleado durante o assalto ao Banco do Brasil, em Criciúma, no Sul do Estado, em novembro do ano passado, amigos e familiares lançaram uma campanha nas redes sociais. O objetivo é arrecadar fraldas geriátricas tamanho GG e lenços umedecidos.

As doações podem ser entregues diretamente no 9ª Batalhão da Polícia Militar (9ªBPM) de Criciúma, que fica localizada na rua Vereador Matias Ricardo Paz, no bairro Jardim Maristela. Interessados em ajudar também poderão entrar em contato pelo telefone (48)9 9696-7601. Os itens serão arrecadados até a próxima quinta-feira (03).

O soldado ganhou alta no dia 5 de fevereiro após 65 dias internado no Hospital São João Batista. Desde então, ele segue realizando tratamento domiciliar em sua residência em Tubarão. Atualmente, seu estado de saúde apresenta melhoras e ele segue realizando fisioterapia.

Geral

Recepcionista da Prefeitura de Tijucas é pedida em namoro com faixa e buquê de flores no trabalho

O clima foi de romance no amanhecer de terça-feira (22) no paço municipal da Prefeitura de Tijucas. Enquanto trabalhava, a recepcionista Thayrinne Passos foi surpreendida no trabalho por um pedido de namoro inusitado! O pretendente […]

Geral

UniAvan participa da próxima edição da ExpoeduVirtual Internacional Brasil 2021

Todos os alunos podem participar gratuitamente do evento que será 100% on-line

Geral

Raro gamba albino é resgatado em Porto Belo

O Gambá albino está sendo acompanhado pelo biólogo e pela Veterinária do GOR

Geral

Após um ano do julgamento dos royalties no STF, SC ainda trava luta judicial por recursos

O indicativo de receber R$ 300 milhões correspondia apenas aos valores depositados ao Paraná, com correção monetária, mas sem juros.

Geral

Tribunal do Júri condena três integrantes de facção criminosa que decapitaram rival e filmaram o crime em SC

Após matar a vítima, o grupo decapitou e enterrou o corpo na tentativa de ocultar o crime. O cadáver só foi encontrado no dia 30 de janeiro de 2019.

Mais notícias

Segurança

Homem morre eletrocutado tentando furtar fio elétrico em Itajaí

Para derrubar a fiação, que fica a uma altura de aproximadamente quatro metros, ele usou um pedaço de madeira com um cano com uma serra na ponta