keyboard_backspace

Página Inicial

economia

Banco Central abre consultas para saques e trocos via Pix

Cliente poderá fazer até quatro retiradas sem tarifas por mês

X
Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Até 9 de junho, correntistas e clientes de todo o país poderão apresentar sugestões para que o Banco Central (BC) aperfeiçoe dois novos serviços que farão parte do Pix, sistema instantâneo de pagamentos em vigor desde novembro do ano passado. O BC abru consulta pública sobre o Pix Saque e o Pix Troco.

Os dois serviços deverão entrar em funcionamento no segundo semestre, mas o BC aguarda o resultado da resultado da consulta pública para implementar melhorias ou mudanças. No Pix Saque, o consumidor poderá transferir o valor que deseja sacar para a conta de uma loja e retirar o valor por dinheiro. No Pix Troco, o consumidor poderá pagar uma compra via Pix com valor superior ao da mercadoria ou do serviço e receber a diferença em espécie.

Por enquanto, o BC propõe um limite de saque de R$ 500 por dia, com quatro retiradas por mês sem tarifas, seja no Pix Saque ou no Pix Troco. A partir daí, as instituições financeiras poderão tarifar os saques subsequentes. A regra, no entanto, poderá mudar conforme as sugestões recebidas na consulta pública.

Em relação ao Pix Saque, a proposta do Banco Central consiste em que o cliente transfira a quantia que deseja retirar para a conta da loja por meio de um código QR (versão avançada do código de barras). Basta o usuário abrir o aplicativo do banco no celular, apontar a câmera do celular para o código QR em um equipamento da loja para a transação ser autenticada no Pix e o valor ser transferido.

Segundo o BC, os novos serviços trarão mais praticidade para os clientes e aumentarão a competição no sistema financeiro. Bancos digitais (sem agência física e sem caixas eletrônicos) poderão fechar parcerias com lojas para oferecer saques com custos mais atraentes.

Em cidades menores, sem agências bancárias ou caixas eletrônicos, o próprio comércio se encarregaria de cumprir o papel de fornecer dinheiro em espécie e movimentar a economia. Para as lojas, as duas funcionalidades podem ser atraentes, ao reduzir a quantidade de dinheiro em caixa no fim do dia e diminuir a possibilidade de assaltos.

Caberá aos estabelecimentos comerciais e às instituições financeiras definir regras como horários de funcionamento do Pix Saque e do Pix Troco, exigência de valores mínimos ou imposição de condições como retiradas em valores múltiplos de R$ 10 e oferta simultânea dos dois serviços ou de apenas um deles.

Fonte: Clicsc

economia

Koerich anuncia investimentos, ampliação de centro de distribuição e a inauguração de novas unidades em SC

O empreendimento figura como um dos mais modernos projetos do sul do país, inaugurado em 12 de outubro de 2017

economia

Consórcio BC Eventos vence concessão do Centro de Eventos de Balneário Camboriú

O consórcio BC Events é formado pelas empresas Insight Gestão e Consultoria Ltda e Quality Empresarial Ltda.

economia

Comércio catarinense tem alta de 2,8% nas vendas para o Dia dos Namorados

Entre os itens mais procurados para a tradicional data, estiveram na preferência as roupas, calçados, perfumes e flores

economia

Caixa antecipa pagamento de terceira parcela do auxílio emergencial

Novo calendário começa nesta sexta-feira, para nascidos em janeiro

economia

Programa Terra Boa inicia distribuição de 200 mil sacas de sementes de milho

Com o Terra Boa, o agricultor recebe até cinco sacos de semente e devolve em sacos de milho no próximo ano, com o produto da colheita.

Mais notícias

Segurança

Mulher é presa em flagrante por tráfico de drogas em SC

A Polícia Civil prendeu uma mulher de 34 anos em flagrante por tráfico de drogas. Foi na quinta-feira (17), no bairro São Francisco, em São Lourenço do Oeste. A ação foi através da Divisão de […]

Segurança

Caminhoneiro é preso suspeito de participar do roubo da própria carga

A Polícia Civil cumpriu um mandado de busca em investigação de roubo de cargas visando a apreensão de documento falso. Foi nesta sexta-feira (18), em Joinville. A ação é da Delegacia de Furtos e Roubos […]