keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Bebê foi arrancada da barriga da mãe em Canelinha com estilete

Para abrir a barriga de Flávia Godinho Mafra, grávida de 36 semanas e roubar a criança, a mulher suspeita de matar a própria amiga, usou um estilete. Depois, foi até o Hospital de Canelinha, onde alegou ter ganhado a bebê dentro de um carro.

No áudio que circula em grupos de WhatsApp ela descreve ‘estar bem’ após o parto. A suspeita e um homem estão detidos na delegacia de Tijucas. Às 15h uma coletiva será realizada pela Polícia Civil. Esse é um dos crimes mais bárbaros já registrados no Vale do Rio Tijucas.

O corpo da vítima foi localizado na manhã desta sexta-feira (28), em uma olária no bairro Porto Galera, em Canelinha.  Flávia havia desaparecido na quinta-feira (27), após ser convidada pela amiga, para ir até um chá de bebê. Segundo informações do Portal Top Elegance, o crime foi premeditado e praticado por um casal.

Informações, por enquanto não confirmadas ainda pela polícia, dão conta que a suspeita teria mentido que estava grávida. Nas redes sociais há fotos até de um ensaio de gestante realizado por ela. A bebê também sofreu diversos cortes, possivelmente provocados pelo estilete usado no crime. Imagens que circulam na internet mostram a menina com cortes nas costas e também ferimentos no rosto. O bebê foi transferido para o Hospital Joana de Gusmão, em Florianópolis. 

Mais notícias