keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Bebê nasce com três braços, metade do coração e caso intriga médicos

“Meu marido olhou para mim e disse: ‘Tem alguma coisa pendurada no bebê’. Achei que fosse o cordão umbilical, mas era o bracinho dele”

X

Os pais de um recém-nascido, que nasceu com um braço a mais e metade do coração, além de outros problemas clínicos, ficaram surpresos com a condição do bebê. O casal relatou que nenhuma dessas situações foram detectadas durante os exames de acompanhamento pré-natal. O caso aconteceu na Praia Grande (SP). Atualmente o bebê está com cinco meses e já foi submetido a cinco cirurgias.

Michelle Aparecida Pereira Fondos, de 38 anos, mãe do bebê, que ganhou nome de Césas, afirmou que, desde agosto do ano passado, quando nasceu, a criança já passou por cinco cirurgias para corrigir problemas no coração e no diafragma. Ainda, conforme o G1, ela contou que a equipe médica acredita que César seja resultado de gêmeos siameses. Entretanto, o próprio organismo dela combateu o outro filho, deixando apenas alguns membros. O exame genético para confirmar a condição ainda será feito.

Michelle contou que a equipe médica acredita que César seja resultado de gêmeos siameses. Entretanto, o próprio organismo dela combateu o outro filho, deixando apenas alguns membros. O exame genético para confirmar a condição ainda será feito.

Os pais de César buscam realizar a remoção do membro extra por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), entre os 6 primeiros meses de vida e 1 ano do bebê. “A primeira pergunta que eu faço aos médicos é quanto tempo de vida ele tem. Mas ninguém sabe ou pode me responder”, desabafou.

Ainda no parto, o pai de César foi o primeiro a perceber que havia algo errado. “Meu marido olhou para mim e disse: ‘Tem alguma coisa pendurada no bebê’. Achei que fosse o cordão umbilical, mas era o bracinho dele. Foi uma correria com a equipe médica, que com os exames descobriu a malformação dentro dele”, relatou Michelle.

Doações

A família de César abriu uma vaquinha on-line para arrecadar doações a fim de custear remédios, pomadas, soros, leites, seringas de insulina e fraldas que o bebê precisa. Além disso, parte do valor será encaminhado às mães que acompanham bebês na ala da UTI pediátrica do hospital onde a criança ficou internada. “É uma forma que eu achei de agradecer a Deus por tudo que vivemos e ganhamos de bom em nossas vidas”, finalizou Michelle.

Geral

Saiba quais serviços não podem funcionar neste fim de semana durante lockdown em Santa Catarina

Os protocolos de saúde, previstos na publicação, têm o objetivo de desacelerar a curva de contágio da doença em um momento de alta taxa de ocupação dos leitos clínicos e de UTI no Estado

Geral

Itajaí testa ‘aspirador de pó’ no combate ao mosquito da dengue

O dispositivo tem um poder de sucção de 80 a 120 mosquitos por minuto

Geral

Emocionante! Policiais e bombeiros cercam hospital em oração por pacientes e profissionais da saúde

A ação foi realizada nesta quinta-feira (25) e dedicou um período de aplauso

Geral

Carreta pega fogo e causa quilômetros de filas na BR-101 em Balneário Camboriú

Vídeos registrados por motoristas que passam pelo local mostram a carreta pegando fogo

Geral

Governo de SC decreta fechamento de serviços não essenciais no fim de semana

O Governo do Estado anunciou novo decreto nesta quinta-feira, 25, suspendendo o funcionamento de serviços não essenciais das 23h desta sexta-feira, 26 de fevereiro, até as 06h de segunda-feira, 1º de março. A decisão é […]

Mais notícias

Segurança

VÍDEO: Imagens chocantes mostram momento que jovem trans foi assassinada em Itajaí

Duda foi morta com cinco tiros por um cliente que discordou do valor do programa

Geral

Saiba quais serviços não podem funcionar neste fim de semana durante lockdown em Santa Catarina

Os protocolos de saúde, previstos na publicação, têm o objetivo de desacelerar a curva de contágio da doença em um momento de alta taxa de ocupação dos leitos clínicos e de UTI no Estado