keyboard_backspace

Página Inicial

Tempo

Calor insuportável: RS arde com fogo e temperatura histórica de quase 43ºC

Estação meteorológica da Emprapa chegou a reportar valores de índice de calor acima de 50ºC

X

Domingo (16) foi mais um dia de calor intenso no Rio Grande do Sul e na maior parte do Sul do Brasil. As altas temperaturas são destaques como observações meteorológicas não vistas há pelo menos 110 anos no território gaúcho. Novas marcas foram batidas e a temperatura se aproximou dos 43ºC no território gaúcho com registros nos termômetros acima dos 40ºC em diversas regiões.

A máxima em Uruguaiana neste domingo de 41,8ºC foi a maior em 36 anos e terceira mais alta desde o começo dos registros em 1912, só atrás dos 42,2ºC de 27/1/1986 e os 42,0ºC de 20/1943. Alegrete, com 40,5ºC, anotou uma de suas maiores máxima até hoje, sendo superada pelos 42,6ºC de 19/1/1917 (recorde estadual) e os 40,8ºC de 1º e 16/1/1943.

O Inmet anotou máxima de 40ºC em um grande número de suas estações, o que é muito raro de ver, com 41,7ºC em Teutônia, 41,2ºC em Quaraí, 40,8ºC em Rio Pardo, 40,6ºC em São Gabriel e Campo Bom, 40,2ºC em Santa Maria, 40,1ºC em São Vicente do Sul, 40,0ºC em São Luiz Gonzaga.

Estações particulares indicaram 42,7ºC em Porto Xavier, 42,4ºC em Lajeado, 42,3ºC em Santa Rosa, 41,9ºC em Parobé. 41,7ºC em Venâncio Aires, 41,4ºC em Feliz, 40,7ºC em Vila Nova do Sul, 40,6ºC em Porto Vera Cruz, 40,4ºC em Westfália e 40,2ºC em São Leopoldo. A máxima da estação particular de Santa Rosa de 42,3ºC foi a segunda mais alta desde que começaram as observações no bairro Planalto, somente sendo superada pelos 42,9ºC de 9 de fevereiro de 2014.

A umidade associada ao forte calor trouxe índices de calor (sensação térmica e não temperatura) opressivos em algumas cidades. Em Pelotas, onde a temperatura se aproximou dos 40ºC, a estação meteorológica da Emprapa chegou a reportar valores de índice de calor acima de 50ºC. O índice é calculado por uma fórmula internacionalmente utilizada que leva em conta a temperatura e a umidade relativa do ar.

CALOR OPRESSIVO TRAZ MUITO FOGO

O calor extremo provocou um grande número de ocorrências de incêndios e queimadas neste domingo no Rio Grande do Sul com registros de fogo em diversas regiões do Estado. Com a severa e prolongada estiagem e a vegetação seca, o calor extremo acaba favorecendo um grande número de focos de fogo.

O Oeste gaúcho vem enfrentando temperatura acima dos 40ºC desde a metade da última semana, trazendo muito trabalho para os bombeiros. Em Uruguaiana, voluntários e produtores rurais chegaram a se unir aos brigadistas para combater os inúmeros incêndios nos campos. Até aviões agrícolas chegaram a ser usados.

Neste domingo, em Alegrete, os bombeiros não davam conta de atender tantas ocorrências de incêndio em vegetação e enfrentavam ainda a dificuldade de acesso a alguns locais da zona rural mais remotos com fogo. O forte vento espalhava as chamas e dificultava as ações de combate.

Na localidade de Rincão, informou o portal Web Notícias Alegrete, um grande incêndio consumia a vegetação na tarde deste domingo. Já na localidade de Catimbau, ao menos três frentes de fogo eram registradas e eram aguardados reforços de outras cidades da região para tentar debelar as chamas. Aviões agrícolas não conseguiram participar das operações em razão do forte vento na região.

CALOR SEGUE EXTREMO NESTA SEGUNDA

A onda de calor segue e a canícula que há uma semana castiga os gaúchos com recordes e marcas históricas continua nesta segunda. O sol aparece com nuvens em mais um dia de calor opressivo e índices de calor (sensação e não temperatura) de até 50ºC em alguns pontos. As máximas, de novo, batem em 40ºC em alguns pontos no sexto dia seguido com 40ºC ou mais no Estado.

Porto Alegre e região metropolitana não devem ter um dia quente como hoje, mas as máximas podem bater em 37ºC ou 38ºC, se não mais, dependendo da ocorrência da chuva e seu horário em cada município. No Noroeste, as máximas podem ficar acima de 42ºC novamente e há dados apontando 43ºC a 44ºC. Ocorrem pancadas isoladas de chuva, principalmente no Sul e Leste gaúcho, mas as precipitações são muito irregulares e não atingem várias cidades. Isoladamente, chove forte e com tempestades.

Tempo

Veja como fica a previsão do tempo para os próximos em Santa Catarina

O frio continua nos próximos dias, mas não tão intensos quanto na última semana

Tempo

Espetáculo da natureza! Geada transforma as paisagens da Serra Catarinense

Fotos do fotógrafo Wagner Urbano mostra como a geada afetou as paisagens das cidades da Serra

Tempo

Fim de semana deve ser de muito frio em Santa Catarina

A condição climática para os próximos dias será de menos vento

Tempo

Frio intenso em SC; Termômetros podem marcar 0ºC no final de semana

Durante as noites e madrugadas, os termômetros podem marcar mínimas próximas ou abaixo de 0ºC

Mais notícias

Geral

Medidas de valorização do serviço público são anunciadas pela prefeitura de São José

Prefeitura anunciou durante esse mês de maio uma série de ganhos para a categoria

Geral

Mais 784 veículos da BMW chegam no Porto de Itajaí

O navio transportou, ao todo, 784 veículos das marcas BMW e MINI, importadas pelo BMW Group Brasil