keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Campanha do agasalho em Penha destaca a importância da solidariedade

A campanha vai até o dia 30 de julho. Com o lema “Solidariedade que Aquece Corações

X

Centenas de peças de roupas, cobertores e calçados usados que vão ajudar famílias em situação de vulnerabilidade social de Penha a enfrentar o inverno com mais segurança e dignidade começam ser deixados nos pontos de  arrecadação da campanha do agasalho da Rede Sustentável de Entidades e levados para o centro de triagem. A ação conta com a mobilização da  Águas de Penha, Secretaria Municipal de Assistência Social, Rotary Club, Apae, Grupo Escoteiro Baden Powell, Associação de Moradores e Amigos da Praia Grande, Cascalho e Póa, Instituto Beto Carrero, Bombeiros Voluntários de Penha, Coletivo de Mulheres Brasil em Ação, Associação de Moradores e Amigos do Quilombo, CDL, Centro de Evangelização Integral, Policia Militar, Associação Penhense de Artes e Ofícios Artesanais e Associação de Moradores e Amigos da Praia Alegre.

Juntas, as entidades lançaram a Rede Sustentável, um grupo de instituições que está somando forças para promover a Campanha do Agasalho 2021, uma mobilização para arrecadação de roupas de inverno e cobertores que vão auxiliar a população que mais precisa. Além da arrecadação nos pontos de coleta (confira quadro), também haverá coleta nos bairros de casa em casa. Um carro devidamente identificado anunciará a ação, percorrendo os bairros da cidade, com a primeira arrecadação agendada para 5 de junho.

A campanha vai até o dia 30 de julho. Com o lema “Solidariedade que Aquece Corações”, a ação busca sensibilizar as pessoas de forma direta. “Se cada um ajudar um pouquinho, vamos aliviar a dor de tantas pessoas”, pontua o pastor Maicon Luiz Camilo, do Centro de Evangelização Integral.

Os participantes da campanha destacam a importância de ajudar (confira depoimentos) e o quanto a mobilização de forma conjunta pode trazer resultados positivos para a cidade. É importante que as peças doadas estejam em boas condições de uso. Luiz Gustavo Marzollo, que atua no setor de responsabilidade social da Águas de Penha, explica que as roupas arrecadadas serão higienizadas, separadas e acondicionadas de forma adequada pela Rede Sustentável antes de serem distribuídas.

Johnny Coelho, comandante do Corpo de Bombeiros Voluntários

“Nós já desenvolvemos um trabalho voluntário em Penha há 26 anos, e quando as pessoas podem ajudar o próximo é muito importante. Acredito que a campanha pode ajudar até a reduzir o número de atendimento de  pessoas em situação de rua durante o inverno, principalmente com casos de hipotermia. Também vai ajudar muito as famílias menos favorecidas, principalmente porque se sabe que este inverno tende a ser mais rigoroso.”

Pastor Maicon Luiz Camilo, do Centro de Evangelização Integral

“Como igreja, nós achamos de suma importância este tipo de campanha, principalmente porque é voltada para atender pessoas que, devido a situação momentânea, são menos assistidas. São pessoas que estão passando por momentos difíceis e precisam ser confortadas e não confrontadas. A mobilização conjunta traz mais credibilidade ao trabalho. Quando várias entidades se unem, a ação se torna mais visível.”

Regina Santos da Silva, presidente do Coletivo Mulheres do Brasil em Ação

“Doar um agasalho neste frio é uma forma de ajudar quem precisa e ainda fazer o bem para si mesmo. Essas peças quentinhas que estão no armário em boas condições e não são mais usadas podem ter um destino feliz e levar conforto para as pessoas que precisam nos momentos mais frios do inverno. Aquecer uma vida é muito importante. Esta mobilização das entidades participantes vai ser fundamental para atingirmos o objetivo.”

Paulo José Vieira, presidente do Grupo Escoteiro Baden Powell

“A campanha representa a força da solidariedade e da empatia. Nestes momentos que muitas pessoas estão com dificuldades, temos a campanha do agasalho como uma oportunidade de ajudar ao próximo. Através do grupo de instituições vamos conseguir alcançar mais gente.  A proposta é que o grupo siga desenvolvendo ações sociais em beneficio do bem comum e esse é mais um benefício desta união de forças.”

Marinho Alves, presidente da Associação de Moradores e Amigos da Praia do Quilombo

“A união de forças em torno do bem comum é fundamental, principalmente em um período de baixas temperaturas. Poder fazer o bem sem olhar a quem é que nos movimenta. Com essa união de forças, vamos poder levar solidariedade para mais gente. Esperamos que esta união permaneça para outras atividades sociais. Graças à Rede Sustentável conhecemos entidades que nem sabíamos que existia em Penha.”

Pontos de arrecadação em Penha:

Alumen Art’s Glass

Duo Fit

Heeb Material de Construção

Koerich

Master Farma

Moda H. Kids

Moreti Atacarejo

Quintadinha do Nelson

Rede Top Penha

Padaria Che Vini

Atendimento Águas de Penha

Supermercado Blueville

Loja do Portal Turístico do Município

Quartel da Policia Militar

Instituto Beto Carrero

Parque Beto Carrero World

Quartel dos Bombeiros Voluntários de Penha

Geral

Recepcionista da Prefeitura de Tijucas é pedida em namoro com faixa e buquê de flores no trabalho

O clima foi de romance no amanhecer de terça-feira (22) no paço municipal da Prefeitura de Tijucas. Enquanto trabalhava, a recepcionista Thayrinne Passos foi surpreendida no trabalho por um pedido de namoro inusitado! O pretendente […]

Geral

UniAvan participa da próxima edição da ExpoeduVirtual Internacional Brasil 2021

Todos os alunos podem participar gratuitamente do evento que será 100% on-line

Geral

Raro gamba albino é resgatado em Porto Belo

O Gambá albino está sendo acompanhado pelo biólogo e pela Veterinária do GOR

Geral

Após um ano do julgamento dos royalties no STF, SC ainda trava luta judicial por recursos

O indicativo de receber R$ 300 milhões correspondia apenas aos valores depositados ao Paraná, com correção monetária, mas sem juros.

Geral

Tribunal do Júri condena três integrantes de facção criminosa que decapitaram rival e filmaram o crime em SC

Após matar a vítima, o grupo decapitou e enterrou o corpo na tentativa de ocultar o crime. O cadáver só foi encontrado no dia 30 de janeiro de 2019.

Mais notícias

Segurança

Homem morre eletrocutado tentando furtar fio elétrico em Itajaí

Para derrubar a fiação, que fica a uma altura de aproximadamente quatro metros, ele usou um pedaço de madeira com um cano com uma serra na ponta