keyboard_backspace

Página Inicial

Sem categoria

Campeonato Municipal de Futebol de Areia 2018 terá quatro categorias em Itapema

A grande novidade este ano é a criação das categorias Feminino e Sub 15 Masculino.

X

As inscrições para o Campeonato Municipal de Futebol de Areia 2018 continuam abertas. A grande novidade este ano é a criação das categorias Feminino e Sub 15 Masculino. A realização da competição é da Prefeitura de Itapema, por meio da Secretaria de Turismo, Cultura, Esporte e Desenvolvimento Econômico. Ao todo serão quatro categorias e os interessados poderão se inscrever em quais desejarem participar.

Na força livre é o campeonato sem limites de idade, podendo participar até dois atletas estrangeiros. Na categoria Sênior, atletas com idade igual ou superior a 38 anos, podendo participar até 02 atletas estrangeiros.

Uma das novidades é o Feminino, destinado as mulheres, sem limites de idades, sendo aberto a todas as regiões. Já no Sub 15 Masculino são atletas com idade igual ou inferior a 15 anos, sendo aberto a todas as regiões. Nesta categoria os atletas deverão estar sempre acompanhados por um responsável ou técnico da equipe, caso contrário os mesmos não poderão participar dos jogos.

Como se inscrever:

As inscrições seguem até o dia 29 de Janeiro. As fichas devem ser retiradas no Departamento de Esporte, situado à Rua 622, Tabuleiro das Oliveira. O edital completo com todas as informações está disponível no site da Prefeitura de Itapema (www.itapema.sc.gov.br) no link Serviços – Cidadão – Campeonato Municipal de Futebol de Areia 2018. 

Mais notícias

Geral

Queda da cabeceira de ponte causa transtornos no trânsito, no abastecimento de água e no gás natural em Brusque

Nenhuma pessoa ficou ferida e os ocupantes conseguiram sair dos veículos após o desmoronamento.

coronavirus

Vacinação em SC: 1.326.887 doses da vacina contra a Covid-19 foram aplicadas

Os grupos prioritários que já iniciaram a vacinação são dos trabalhadores da saúde, pessoas com deficiência e idosos institucionalizados, indígenas, quilombolas, idosos com 60 anos ou mais e profissionais das forças de segurança e salvamento.