keyboard_backspace

Página Inicial

Sem categoria

Chuva causou deslizamentos e alagamentos em Balneário Camboriú

Segundo prefeitura, foram 65 milímetros durante a chuva torrencial de ontem. No mês passado, foram 110 milímetros em 31 dias

A chuva torrencial da noite desse domingo (13), que durou cerca de uma hora e meia, provocou alagamentos em diversos pontos da cidade. Até as 23h choveu 65 mm. Durante todo mês de dezembro choveu 110mm. O levantamento parcial da Defesa Civil registrou 45 ocorrências. A maioria delas, de ruas alagadas.

O prefeito de Balneáiro Camboriú, Fabrício Oliveira, acompanhado do secretário de Obras, Osmar Nunes Filho, Mazoca, percorreu os bairros da cidade para verificar a situação. Segundo o diretor da Defesa Civil, Fabricio Melo, os casos que exigiram mais atenção foram os que envolveram deslizamento de terra. No bairro Nova Esperança, na Pedra Branca, um veículo chegou a ser atingido por um desmoronamento de terra e a família foi orientada a deixar o imóvel temporariamente.

Na esquina da rua São Paulo com Avenida da Estados, houve a retirada de pessoas de um veículo que estava ilhado. O mesmo resgate teve que ser feito em um veículo na Islândia com avenida dos Estados. Na Avenida Atlântica, o telhado de uma casa de entretenimento desmoronou, mas ninguém se machucou. Foi registrado outro deslizamento de terra na rua Noruega. Um trecho do muro da prefeitura cedeu.

O trânsito ficou lento em várias ruas centrais. O Bairro dos Estados foi um dos mais afetados, principalmente em frente a Rodoviária, onde a água chegou quase no teto de um veículo. Um veículo caiu num buraco na Marginal com a Rua Campoerê, mas não há vítima. Algumas casas ficaram alagadas. O corpo de Bombeiros recebeu 109 ligações telefônicas.

 

 

Mais notícias

economia

Auxílio Emergencial ficará entre R$ 175 e R$ 375

Segundo Guedes, está cada vez mais próxima a aprovação da retomada do benefício que ajudou famílias de baixa renda