keyboard_backspace

Página Inicial

economia

Consumo de GNV em Santa Catarina cresce 13% em 2021

Número de usuários também sobe e já são mais de112 mil veículos usando o combustível no Estado

X

Em 2021, o volume de vendas do GNV (Gás Natural Veicular) em Santa Catarina cresceu 13%, maior patamar de vendas dos últimos noves anos, com alta acumulada de novos usuários de quase 25% em cinco anos. 

O ano marcou a consolidação do crescimento do produto, que concorre com a gasolina e o etanol, combustíveis que oscilaram seus preços de forma periódica nos últimos exercícios. O GNV, por outro lado, possui tarifas reajustadas semestralmente com movimentações apenas em janeiro e julho no preço praticado aos postos pela distribuidora estadual.

A competitividade do produto no último ano se aproximou, durante todo período, de 50% frente aos combustíveis líquidos. Mesmo com o recente reajuste homologado, de 24,56%, estima que a competitividade fique em 35% no início do ano. O produto chega aos postos catarinenses com a tarifa única de R$ 3,466, sem os impostos. 

Com a tarifa estável até o mês de junho, mantendo-se as decisões liminares atuais que arrefeceram em 40% os reajustes, a tendência é que o produto amplie ainda mais sua vantagem econômica frente à gasolina e ao etanol. 

Atualmente, o Estado conta com 137 postos e mais de 50 cidades atendidas com GNV, sendo 129 pontos abastecidos através de redes de distribuição e o restante (oito) por meio do modal GNC (Gás Natural Comprimido), atendidos através de transporte rodoviário com carretas.

Vinte anos de economia

GNV é o combustível mais econômico em Santa Catarina desde 2001, quando a SCGÁS iniciou o atendimento ao primeiro posto na cidade de Jaraguá do Sul. Com o início de abastecimento, o mercado se desenvolveu e o combustível encontrou maturidade em 2007, quando contava com mais de 70 mil usuários no Estado e registrava um consumo mensal de mais de 350 mil m³/dia. 

O volume de vendas manteve crescimento até 2011, registrando em cinco anos a melhor média histórica de vendas, de aproximadamente 360 mil m³/dia. Neste mesmo ano, os veículos adaptados para GNV e emplacados em Santa Catarina somavam 93.350. 

O ano de 2012 revela um novo desafio para o produto, que passa a viver um ciclo de queda. A entrada de carros flex no mercado trouxeram o conceito de consumo associado de gasolina e etanol, veículos que saiam de fábrica com três a cinco anos de garantia inibindo a instalação de novos kits de GNV. 

Mesmo que ao longo de toda sua história de operação no Estado o GNV sempre foi a opção mais econômica frente aos combustíveis líquidos, o produto viu o consumo médio cair 21,56% de 2012 a 2017. O número de usuários também teve queda no período, reduzindo 1,36% da frota.

A partir de 2017, com o contínuo reposicionamento do preço da gasolina, e a consequente melhoria na competitividade do GNV, associado ao fenômeno da uberização e com a desmitificação do conceito flex, o mercado do GNV reage fortemente em 2018 quando cresce 23% em um ano. Nos mesmos 12 meses a frota aumenta mais de 9%, ultrapassando pela primeira vez os 100 mil veículos. O crescimento se manteve em 2019 no consumo (2,67%) e na frota (4,78%).

No ano de 2020, com a pandemia e a consequente crise econômica, o produto viveu um período de relativa queda a partir do mês de março, só retomando aos antigos patamares nos meses de novembro e dezembro do mesmo ano.

Com o crescimento e consolidação do produto nos últimos anos, a SCGÁS irá ampliar ainda mais a rede de abastecimento em Santa Catarina. Nos próximos cinco anos, segundo o plano de negócios da Companhia, projeta-se atender 36 novos postos de GNV, chegando a 174 estabelecimentos.

Fonte: Clicsc

economia

BRDE contrata R$ 400 milhões para micro e pequenos negócios de Santa Catarina em 2021

Considerando o cenário de enfrentamento da pandemia, o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), tradicionalmente focado em operações de longo prazo em diversos setores, vem nos últimos dois anos inovando. A renovação visa […]

economia

Santa Catarina alcança recorde histórico anual em abertura de empresas com saldo de mais 138 mil registros

O número de empresas abertas entre janeiro e dezembro de 2021 representou o maior recorde histórico anual nos 128 anos de existência da autarquia, segundo levantamento da Junta Comercial de Santa Catarina (Jucesc). O saldo […]

economia

Porto de São Francisco tem aumento de 12% no número de navios atracados em 2021

Os números se referem ao porto público de São Francisco do Sul e ao terminal privado Tesc, que faz parte do complexo

economia

Cesta básica tem redução de preços no começo de 2022

Foram analisados 36 itens em oito estabelecimentos diferentes em Itajaí

economia

São Francisco do Sul tem o 7º maior porto público do país em movimentação de carga

Os dados confirmam o porto do Norte catarinense como o 7º maior em movimentação de carga, entre os 34 portos públicos do Brasil, e o primeiro de Santa Catarina

Mais notícias

Segurança

Polícia prende assaltantes que se passavam por policiais em Joinville

Neste domingo (16), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Joinville, realizou uma operação para prender assaltantes de residências e estabelecimentos comerciais que vinham praticando crimes na […]

Geral

Chuvas em MG elevam nível do São Francisco e ameaçam cidades baianas

Em Juazeiro, prefeitura começou hoje a retirar famílias