keyboard_backspace

Página Inicial

Cidades

Corte no orçamento federal atrasa ainda mais entrega de obras, diz FIESC

Projeto de Lei Orçamentária Anual 2021 previa R$ 271,6 milhões para infraestrutura, considerando as emendas parlamentares, mas o governo federal cortou R$ 136,5 milhões

X

“O corte no orçamento federal para obras de infraestrutura atrasa ainda mais a previsão de entrega de rodovias fundamentais para a competitividade de Santa Catarina”, avalia o presidente da Federação das Indústrias (FIESC), Mario Cezar de Aguiar. O Projeto de Lei Orçamentária Anual 2021 previa R$ 271,6 milhões para infraestrutura, considerando as emendas parlamentares, mas o governo federal cortou R$ 136,5 milhões, ou seja, uma redução de 50%. A medida afeta a execução de obras nas BRs 470, 282, 280, 163 e 285 (veja detalhes abaixo). 

A decisão não prejudica apenas Santa Catarina, mas todas as unidades da federação e decorre da necessidade de priorizar o enfrentamento da pandemia e de criar programas sociais. “A recorrente falta de recursos evidencia que é fundamental termos marco regulatório e estrutura institucional adequada para viabilizar os investimentos privados no setor de infraestrutura. Além disso, precisamos estruturar um banco de projetos viáveis e atraentes ao setor privado, pois existe disponibilidade de recursos no mundo em busca de bons projetos para investir”, afirma, lembrando que o orçamento da União é muitíssimo inferior à demanda catarinense, e, mesmo assim, todos os anos, o estado é surpreendido com corte de recursos. “Vamos avaliar com a bancada federal catarinense alternativas buscando reverter pelo menos uma parte do corte”, acrescenta.

Aguiar lembra que em março, Santa Catarina registrou recorde na movimentação de cargas nos portos. “Isso mostra que a nossa economia está ativa e os portos são eficientes. Somos uma plataforma logística fundamental para a economia brasileira. Respondemos por 20,2% da movimentação de todos os contêineres brasileiros. Mas o acesso aos portos e as nossas rodovias estão em condições precárias e não temos ferrovias. Na prática, a única rodovia federal duplicada em Santa Catarina é a BR-101, que, inclusive, também está congestionada e sem condições de trafegabilidade no trecho Norte”, completou Aguiar. 

Cidades

Bares e afins poderão criar “código secreto” para defesa da mulher em situação de risco

Enfrentamento à violência contra a mulher em bares, restaurantes, casas noturnas e de eventos, é aprovada na Câmara de Itapema e aguarda agora parecer da Prefeitura

Cidades

Secretaria de Agricultura de Porto Belo distribui verduras às famílias do Criança Feliz

Alimentos são cultivados no Horto Municipal e possibilitam uma alimentação mais saudável às famílias

Cidades

Morador de Santa Catarina ganha R$ 1,8 milhão na Lotofácil; veja qual cidade

Lotofácil teve dois ganhadores, um de SC e outro de SP

Cidades

Alunos da Rede Municipal de Ensino de Itajaí recebem novos uniformes

Kits já foram entregues em mais de 50 unidades escolares do município

Cidades

PA da Barra terá novas salas de pediatria, de emergência e nova Farmácia

Outra mudança será da Farmácia Descentralizada da Região Sul, antes anexa ao PA da Barra, e que agora terá sua nova instalação aos fundos do Ginásio

Mais notícias

Geral

Prefeito de São Paulo Bruno Covas morre vítima de câncer

Covas já estava licenciado do cargo desde o início de maio, quando houve piora do quadro. Nunes assumiu como prefeito em exercício em 3 de maio.

coronavirus

SC tem três regiões em nível grave e 13 em situação gravíssima, aponta Matriz de Risco do coronavírus

A única região avaliada com risco máximo em todos os quesitos foi a do Alto Vale do Rio do Peixe.