keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Criança de 5 anos morre atropelada em Chapecó

A condutora ficou no local e prestou socorro a criança

X

Na tarde desta segunda-feira (08), uma criança de cinco anos morreu atropelada na cidade de Chapecó. A condutora de 45 dirigia o carro quando a criança passou correndo por dois outros veículos estacionados. A mulher não conseguiu desviar ou parar a tempo, atingindo a criança.

A vítima estava com o pai, que trabalhava em uma obra, e não percebeu que ela havia se afastado. Com graves ferimentos, a criança chegou a ser socorrida por moradores até o HRO (Hospital Regional do Oeste), mas veio a óbito.

A condutora ficou no local e prestou socorro a criança. A Polícia Militar registrou o boletim de ocorrência e a mulher prestou esclarecimentos na delegacia.

Fonte: Clicsc

Segurança

Mais de 22 mil garrafas de vinho são apreendidas na fronteira com a Argentina

As garrafas apreendidas, algumas com valor de revenda no varejo próximos a R$ 2 mil, somaram um valor estimado de R$ 4 milhões.

Segurança

“Minha segunda voz na vida”, diz cantor Leonardo sobre amigo que morreu com disparo acidental

Cantor escreveu texto emocionante de despedida a Milton Rodrigues, morto por um disparo acidental de arma de fogo

Segurança

Bombeiros encontram homem desaparecido por dois dias em Luiz Alves

O homem, de 51 anos, foi encontrado no final da manhã, próximo ao Morro do Baú.

Segurança

Policiais continuam fiscalização para cumprimento dos regramentos sanitários da Covid-19

Após um fim de semana de 31 horas de fiscalização e monitoramento para manter as medidas sanitárias contra a propagação da Covid-19 em Santa Catarina, Polícia Militar e Polícia Civil seguem nesta semana realizando ações […]

Mais notícias

coronavirus

Itapema aplicou mais de 1500 vacinas contra o coronavírus

O programa está disponível para público-alvo da primeira fase da imunização conforme o Plano Nacional

Segurança

Mais de 22 mil garrafas de vinho são apreendidas na fronteira com a Argentina

As garrafas apreendidas, algumas com valor de revenda no varejo próximos a R$ 2 mil, somaram um valor estimado de R$ 4 milhões.