keyboard_backspace

Página Inicial

Cidades

DNIT entrega viaduto de acesso aos municípios de Indaial e de Timbó na BR-470

Nas obras de duplicação da BR-470/SC, o DNIT tem dado prioridade aos pontos de maior tráfego e com mais problemas de mobilidade e segurança

X

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) entregou, nesta sexta-feira (29), o viaduto de acesso aos municípios de Indaial e de Timbó, na BR-470/SC, em Santa Catarina. A interseção fica localizada no km 68 da rodovia federal e faz parte do lote 4 das obras de duplicação, tendo sido executado até o momento 32% do contrato.

A conclusão desse viaduto representa a entrega do primeiro segmento duplicado no lote 4, sendo que a obra compõe, além da construção de Obras de Arte Especiais (OAEs) – quatro pontes e quatro viadutos – a duplicação e a restauração da pista existente, a implantação de ruas laterais, a recuperação, o reforço e a reabilitação da pista. Em dezembro do ano passado, a Autarquia liberou ao tráfego o viaduto de acesso ao município de Ilhota, no km 25 do lote 2.

O investimento na obra foi de R$ 23 milhões e, por ser um gargalo da rodovia federal e um ponto de intenso trânsito, vai beneficiar, além dos municípios de Indaial e Timbó, todas as cidades vizinhas da região, entre eles Gaspar e Blumenau.

Além do viaduto, a Autarquia fez toda a parte de terraplenagem, de pavimentação (sub-base, base e revestimento), além de obras complementares, como barreira New Jersey (barreira de segurança, geralmente em concreto, utilizada como separador de fluxos de tráfego, como guarda em obras de arte ou para delimitar provisoriamente zonas em obras), drenagem e sinalização completa.

Nas obras de duplicação da BR-470/SC, o DNIT tem dado prioridade aos pontos de maior tráfego e, consequentemente, com mais problemas de mobilidade e segurança. Ao todo, a Autarquia entregou ao tráfego 27,5 quilômetros de pistas duplicadas que se iniciam no Porto de Navegantes, no km 0,00 e vão até o município de Indaial, no km 73,18.

As obras de duplicação na BR-470/SC são uma prioridade para o Governo Federal e de extrema importância para a logística de Santa Catarina, pois acarretarão no desenvolvimento econômico da região. Essa estrutura vai proporcionar, além de melhoria no fluxo da rodovia, maior mobilidade e segurança aos usuários.

Passando por mais de 20 municípios, entre Blumenau e outros, a BR-470/SC é um corredor de escoamento para o porto de Itajaí. Além desta intervenção do Governo Federal, já estão duplicados os seguintes segmentos:

– km 0,12 ao km 1,32

– km 2,50 ao km 3,53

– km 4,30 ao km 7,10

– km 18,80 ao km 19,80

– km 21,00 ao km 21,64

– km 22,02 ao km 34,20

– km 36,70 ao km 37,50

– km 38,60 ao km 39,04

– km 40,48 ao km 41,80

– km 43,50 ao km 44,86

– Complexo da Mafisa (3,5 km)

– Viaduto do km 68 (1,2 km)

Fonte: Clicsc

Cidades

Vereador de Itapema propõe instalação de “Botão do Pânico” nas escolas Municipais

A intenção é possibilitar maior agilidade para a chegada da Polícia em caso de emergência

Cidades

Projeto Movimento pelo Saber é lançado em Itapema e promove aulas no contraturno escolar

Iniciativa já está contemplando mais de mil alunos do Ensino Fundamental, das turmas de 2º ao 9º ano.

Cidades

Porto Belo conclui licitação para pavimentação do Morro de Zimbros

Para definir a empresa foi realizada uma concorrência pública, que resultou na contratação da empresa Qualidade Mineração Ltda.

Cidades

Saúde lança projeto Doce Espera para atender gestantes

Prefeita Nilza Simas acompanhou as atividades e destacou a importância do projeto

Cidades

Trabalhador é soterrado durante obra de tubulação

O trabalhador apresentava dores do lado direito do tórax e tinha um corte lacerante na parte direita do rosto

Mais notícias

Segurança

Polícia investiga assassinatos causados por possível Serial Killer em Curitiba

Por conta das semelhanças entres os assassinatos, a Polícia Civil trabalha com a hipótese de crime de ódio cometido pela mesma pessoa

Geral

Homem é preso depois de atirar de janela de hotel para a rua em Balneário Camboriú

A arma era um revólver Cal. 32 contendo quatro munições intactas e duas deflagradas