keyboard_backspace

Página Inicial

Sem categoria

Famap recebe movimento “Unidos pelo Rio Perequê”

A Famap, para os próximos meses, já contará com a possibilidade de estudo de contaminação das águas, o que facilitará o diagnóstico do Rio Perequê.

Com o objetivo de reunir os órgãos públicos na luta pela despoluição do Rio Perequê,  membros do movimento “Unidos pelo Rio Perequê” estiveram nesta terça-feira (06) em reunião com a presidente da Famap, Ana Paula Bunn, e o procurador da instituição José Olmiro Lemos de Azevedo. Na oportunidade, o movimento buscou conhecer as ações da Famap em relação ao rio.

Respondendo os questionamentos realizados, Ana Paula explicou que já no início de 2018, a Fundação focou na realização de um diagnóstico de todos os rios de Porto Belo, inserindo também a Lagoa do Perequê. “Nossa equipe entrou nos rios para reconhecer de forma mais efetiva os principais problemas. Todos os encanamentos de esgoto clandestino encontrados foram lacrados e contabilizados” – conta. A presidente parabenizou as ações realizadas pelo movimento e se colocou a disposição para juntos poderem resolver a longo prazo os problemas de poluição no Rio Perequê.

A Famap, para os próximos meses, já contará com a possibilidade de estudo de contaminação das águas, o que facilitará o diagnóstico do Rio Perequê.

Estiveram na reunião, representantes da Amme – Associação de Moradores de Meia Praia, Associação de Moradores de Porto Belo, Observatório de Imprensa de Itapema e  Sinduscon. Todos compõem o movimento “Unidos pelo Rio Perequê”. 

Mais notícias

Utilidade Pública

Procon de São José atende com agendamento prévio

A medida é necessária para evitar aglomeração de pessoas, sendo que o atendimento deve ser marcado pelo Whatsapp (48) 98477-7790

Cultura e Lazer

Itapema 59 anos: As histórias e belezas do Canto da Praia

Veja agora o primeiro episódio da série de reportagens do Visor Notícias

Segurança

Polícia divulga imagens de operação que apreendeu R$4 milhões na casa de homem morto em Porto Belo

Os Policiais Civis ficaram contando o dinheiro da apreensão por mais de três horas, sendo apreendido entre dólares, euro e reais a quantia de R$ 4.130.000,00 (quatro milhões, cento e trinta mil reais)