keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Feriado teve praias e baladas com aglomeração em diversas cidades de SC

Diversas cidades registraram aglomerações

Foto: Divulgação

Feriado prolongado, muito sol, calor. O resultado foi praias e festas com aglomerações durante o final de semana em Santa Catarina. Além da Praia do Rosa, em Imbituba, onde houve registros de orla lotada e desrespeito as medidas contra o coronavírus, como o distanciamento e o uso de máscaras, as faixas de areia também receberam grande número de banhistas em cidades como Florianópolis e Balneário Camboriú.

Mas, foi durante a noite que ocorreu boa parte das aglomerações. Imagens publicadas nas redes sociais por frequentadores mostraram festas com grande número de pessoas em casas noturnas da Grande Florianópolis.

Nesses registros é possível ver festas lotadas em clubes de praia de Jurerê Internacional, em Florianópolis. Em Palhoça, um estabelecimento que também funciona como restaurante promoveu uma balada com DJ. Na sexta-feira, prefeitura e Polícia Militar encerraram uma festa em uma casa de luxo de Jurerê Internacional. O organizador precisou assinar um termo circunstanciado e terá de pagar uma multa. Na Praia do Rosa, as ruas do centro também ficaram cheias de jovens durante a noite, muitos sem usar máscara e nem cumpriar o distanciamento.

A Polícia Militar de Santa Catarina (PM-SC) informou em nota que de fato foi constatada aglomeração de pessoas nas praias, restaurantes e casas noturnas, e que a fiscalização “foi realizada na medida das possibilidades das demandas ocorridas durante o feriado”. A PM afirma ainda que os atendimentos às denúncias estão sendo feitos com apoio de outros órgãos estaduais e municipais envolvidos na prevenção da Covid-19 e que pede a ajuda dos catarinenses para que respeitem as medidas de proteção contra a doença.

Estabelecimentos que tiveram imagens de frequentadores divulgadas afirmaram cumprir as normas sanitárias. O Acqua Jurerê Internacional respondeu em nota enviada à reportagem da NSC TV que “segue rigorosamente todas as recomendações do governo, respeitando todas as medidas de segurança” e que “casos pontuais de excessos de alguns clientes foram controlados de imediato”.

O Cafe De La Musique Jurerê Internacional também emitiu nota à NSC TV afirmando que abriu no último sábado (10) e domingo (11) em “formato brunch/restaurante”. O estabelecimento afirma que operou com pouco menos que 40% da capacidade, dentro do que está permitido, e que não foi liberada entrada de ninguém sem reserva de mesas, tampouco houve venda de ingressos.

“Nos cercamos de todas as medidas exigidas: distribuição de máscaras para todos os clientes ao entrar, aferição de temperatura, uso de máscaras por toda a equipe, álcool em gel por toda a parte e divisor de acrílico entre as mesas (piscinas) do deck e bangalôs, talheres e itens do restaurante higienizados e embalados individualmente”, diz um trecho da nota.

O local sustenta ainda que a cabine de DJ estava cercada por placas de acrílico, com acesso controlado e que os seguranças solicitaram aos clientes que permanecessem em suas mesas, “minimizando a circulação e aglomeração”.

A Mansão, de Palhoça, afirmou à NSC TV que segue todas as normas do decreto municipal de Palhoça, que permite operar com 50% da capacidade de público. “Além disso, estamos aferindo a temperatura de todos, oferecemos álcool na entrada e em todas as mesas, além de todos os clientes entrarem de máscara e serem orientados sobre os protocolos de higiene na recepção”, ressaltou o estabelecimento, em nota. (Com informações da NSC TV)

Fonte: NSC

Mais notícias