keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Filho de delegado morre engasgado com tampa de garrafa pet

O delegado relata que fez tudo para salvar seu filho e afirma sofrer com as acusações de negligência sobre a morte da criança

X
Arquivo Pessoal

O filho de dois anos do delegado da Polícia Civil do Amapá morreu engasgado com uma tampa de garrafa pet na última sexta-feira (07) na cidade de Macapá. O delegado Carlos Alberto Gomes Pereira Filho se pronunciou sobre o caso nesta terça-feira (11) por meio de uma carte de esclarecimento.

O delegado relata que fez tudo para salvar seu filho e afirma sofrer com as acusações de negligência sobre a morte da criança. Os dois estavam sozinhos no momento do acidente.

“Eu fiz de tudo para salvar a vida do meu filho. Quando ele engoliu a tampinha, estava próximo de mim, e o fez no momento em que eu estava organizando as coisas pós-almoço. Não houve falta de cuidado, ele estava sendo monitorado”, disse o pai.

Carlos Alberto afirmou que organizava a casa quando percebeu que o filho ficou em silêncio e percebeu que a criança não estava se mexendo. “Assustado e sozinho, tentei identificar o que estava ocorrendo, mas no momento de desespero não consegui entender ou detectar o motivo, a reação que consegui ter, naquele momento, foi de checar os seus sinais vitais, que estavam presentes”, relatou.

Ele disse que levou a criança à unidade de saúde mais próxima. “Lá chegando, o médico imediatamente o atendeu. A equipe médica optou por chamar o Samu, que chegou após aproximadamente 30 minutos, o que aumentou ainda mais a minha angústia, já que não sabia o que estava acontecendo com o meu filho. Após a sua chegada aA equipe do Samu rapidamente identificou o problema e retirou uma tampinha de garrafa pet das vias aéreas do meu filho. Infelizmente, ele já não apresentava mais sinais vitais”, escreveu.

Na carta, ele explica que não compareceu ao velório e ao enterro do filho em razão das ameaças que estava sofrendo e para não gerar desconforto maior com sua presença no local. Carlos Alberto também esclareceu que demorou para se pronunciar devido ao desgaste mental com toda a situação.

Fonte: Metrópoles

Fonte: Clicsc

Segurança

Polícia prende assaltantes que se passavam por policiais em Joinville

Neste domingo (16), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Joinville, realizou uma operação para prender assaltantes de residências e estabelecimentos comerciais que vinham praticando crimes na […]

Segurança

Polícia prende quatro homens por furto de mais de 43 toneladas de milho

A Polícia Civil efetuou a prisão de quatro homens (de 21 anos, dois de 31 anos e 46 anos), em razão da prática do crime de furto de 43.600 quilos de milho e pelo crime […]

Segurança

Polícia Civil deflagra operação contra quadrilha do tráfico de drogas em cidades catarinenses

A Polícia Civil deflagrou nesta segunda-feira (17) a operação “All In” com o objetivo de cumprir quatro mandados de busca e apreensão contra suspeitos dos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e […]

Segurança

Homem leva choque em jet-ski e morre afogado em praia de Santa Catarina

Um banhista morreu afogado depois de ser eletrocutado no mar da praia de Governador Celso Ramos neste domingo (16). Outras duas vítimas também levaram choque elétrico. Tudo aconteceu quando o trio tentava engatar um cabo […]

Segurança

Acidente com carreta deixa dois motociclistas mortos em rodovia catarinense

Ainda não há detalhes sobre como ocorreu o acidente e nem a identidade das vítimas

Mais notícias

Segurança

Polícia prende assaltantes que se passavam por policiais em Joinville

Neste domingo (16), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC/PCSC) de Joinville, realizou uma operação para prender assaltantes de residências e estabelecimentos comerciais que vinham praticando crimes na […]

Geral

Chuvas em MG elevam nível do São Francisco e ameaçam cidades baianas

Em Juazeiro, prefeitura começou hoje a retirar famílias