keyboard_backspace

Página Inicial

Brasil

Fretes abusivos e falta de containers prejudicam comércio exterior brasileiro

Mesmo com valores de frete quase cinco vezes maiores que antes da pandemia e atrasos dos navios, ES Logistics prevê alta procura por transporte internacional

X
Divulgação

As empresas e indústrias brasileiras estão enfrentando grande dificuldade no transporte de insumos e mercadorias: com a paralização das operações em 2020, devido a pandemia da COVID-19, muitas rotas foram interrompidas e os containers, usados para transportar as mais diversas mercadorias, ficaram espalhados pelo mundo.

“Com as rotas interrompidas pela pandemia, houve uma desorganização no processo logístico mundial. E a alta demanda de medicamentos, mercadorias e equipamentos hospitalares impediu a volta da normalidade, fazendo com que muitos containers não voltassem mais para o Brasil”, explica o diretor da ES Logistics, Fabiano Ardigó.

Segundo o Ministério da Economia, a balança comercial registrou um superávit de US$ 9,291 bilhões em maio – o saldo positivo é registrado quando as exportações superam as importações. De acordo com o governo, esse é o maior superávit comercial para maio desde o início da série histórica do Ministério da Economia, em janeiro de 1989.

Com o mercado aquecido e a alta demanda, os custos também explodiram. Em janeiro desse ano, o frete da China para o porto de Santos chegou a US$9 mil – quase R$50 mil. “O valor é quase cinco vezes maior do que a tarifa cobrada normalmente, antes da pandemia”, explica Ardigó.

Além da alta dos preços, o atraso e mudança nas escalas dos navios não permitem um planejamento da produção do país. “Esse cenário impacta diretamente no valor final dos produtos, tanto nos importados quanto exportados. Muitos produtos estão à espera do embarque, porém demoram mais de três a quatro semanas para encontrar espaço nos containers e navios disponíveis”, afirma. “Os valores dos fretes estão aumentando mensalmente, e os orçamentos têm validade de dois a três dias, o que traz mais dificuldade para agendamento e programação dos fretes”, completa Ardigó.

A ES Logistics já está com uma grande demanda para exportação nos próximos meses. Especialista em afretamentos marítimos e aéreos, transporte de parques fabris completos e a movimentação de cargas superpesadas, a empresa registrou aumento de 100% no share nacional de embarques em 2020. A expectativa é aumentar o volume de containers negociado pela empresa em 30% até o final desse ano.

A ES Logistics faz parte do ranking dos maiores agentes de cargas do Brasil, ocupando o 10º colocado na importação e 8º lugar na exportação no país. A empresa é membro da rede de agentes independentes WCA, WCA PHARMA, CLC, certificação ISO 9001 e GDP (Good Distribution Practices).

Fonte: Clicsc

Brasil

Catarinense é a nova campeã brasileira de hipismo na categoria ‘jovens cavaleiros top’

A amazona catarinense de apenas 20 anos conquistou mais um título, no Campeonato Brasileiro de Salto 2021

Brasil

Geada congela orelhas e rabos de vacas em propriedade rural

Produtor também comentou que quando se deparou com a cena dos animais congelados pegou a câmera e foi filmar

Brasil

Pesquisa aponta que gasolina deve chegar a R$6 no segundo semestre

Combustível ultrapassa a marca em 13 estados brasileiros

Brasil

Bolsonaro publica vídeo de irmãos catarinenses que cantaram desejando sua recuperação

Os irmãos Pedro Antônio, de oito anos, e Vitor Leonardo, de quatro, aparecerem cantando uma música e desejando a recuperação do presidente

Brasil

Quadro de presidente continua evoluindo, mas sem previsão de alta

O presidente Jair Bolsonaro apresenta evolução clínica considerada satisfatória, segundo o boletim médico divulgado no início da tarde de hoje (16). Bolsonaro está internado desde a noite de quarta-feira (14) no Hospital Vila Nova Star, […]

Mais notícias

Esportes

Grupo de capoeira realiza evento para a família em Itapema

O evento contou com apresentações de capoeira, um momento de contação de história da manifestação cultural e um piquenique entre os presentes

Política

Presidente da Câmara de Itapema sugere força-tarefa para atender moradores de rua durante onda de frio histórica

A forte queda de temperatura prevista a partir desta terça, dia 28/07, motivou a iniciativa do parlamentar, que pede à Prefeitura urgência na divulgação de orientações sobre como ajudar e também alertas à população