keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Funcionária da Havan é agredida pela segunda vez por usar uniforme da empresa

Essa a segunda vez que Adriana agride a mesma colaboradora da Havan

X
Reprodução

Uma funcionária da Havan foi vítima de agressão física e verbal na última sexta-feira (15) em Jundiaí (SP). Stefany Morais estava no transporte público com destino ao trabalho quando Adriana Menezes a agrediu. A suspeita é de que Adriana, que já foi candidata a vereadore pelo PT, teria agredido a funcionária por conta do uniforme da Havan.

Essa a segunda vez que Adriana agride a mesma colaboradora da Havan. Ambos os crimes são comprovados em vídeos e um Boletim de Ocorrência foi registrado sobre o fato.

A Havan afirma que está prestando todo apoio para a colaboradora e ressalta que entrará com todas as medidas judiciais cabíveis para que o ato de intolerância e desrespeito não passe impunemente. “A família Havan está ao lado da Stefany. É inadmissível que alguém use de violência contra uma pessoa que está indo trabalhar e em busca do seu pão de cada dia. Prezamos diariamente pelo cuidado e integridade de cada dos mais de 22 mil colaboradores. Condenamos todo tipo de crime e não vamos tolerar agressões desta natureza, que configuram atos de intolerância política, o que é muito grave”, ressalta o dono da Havan, Luciano Hang.

Veja o vídeo da primeira agressão aqui.

Veja o vídeo da segunda agressão aqui.

Fonte: Clicsc

Segurança

Mulher foragida é presa em operação contra o tráfico de drogas em Indaial

O objetivo da investigação é coibir o fornecimento de drogas para as regiões de Ascurra, Apiúna e Rodeio

Segurança

SC: Acusado de matar ex-companheira e jogar corpo em lago fica calado na primeira audiência

De acordo com a denúncia, a vítima pretendia terminar o relacionamento na noite de 2 de dezembro do ano passado

Segurança

Idoso morre esmagado por trator no Oeste catarinense

Quando o Corpo de Bombeiros chegou no local da ocorrência, encontraram o homem embaixo do veículo

Segurança

Detento é morto por colega de cela na penitenciária de Blumenau

O corpo foi recolhido pela Polícia Científica para perícia cadavérica

Segurança

Ciclone Yakecan já provocou duas mortes no RS e Uruguai

O corpo de Ademar Silveira da Silva foi encontrado na manhã desta terça-feira (17)

Mais notícias

Geral

Tempestade Yakecan: ventos já passaram de 75km/h e Defesa Civil monitora fenômeno

De acordo com a Defesa Civil, até a noite de quarta-feira, 18, o sistema pode se intensificar e ganhar características de Tempestade Tropical, trazendo ventos sustentados, que são contínuos, de 75 km/h.

Economia

Negócios: Estado é apresentado para 30 países no SC Day

Evento foi realizado na Embaixada de Portugal, em Brasília