keyboard_backspace

Página Inicial

economia

Gasto médio no Dia das Crianças deve crescer 13,8% em SC

Os dados são apurados em sete cidades do Estado para traçar o perfil do consumidor no período e preparar o empresário do setor com informações relevantes

X
Fernando Frazão/Agência Brasil

A procura por presentes para o Dia das Crianças deve movimentar as lojas de brinquedos, roupas e calçados nas próximas semanas em Santa Catarina. Conforme a Pesquisa de Intenção de Compras realizada pela Fecomércio/SC, 67,9% dos consumidores devem escolher os itens na semana da data e 21% até duas semanas antes.

Os dados são apurados em sete cidades do Estado para traçar o perfil do consumidor no período e preparar o empresário do setor com informações relevantes, como gasto médio, principais formas de pagamento, tipos de presentes, local de compras, percepção sobre a situação financeira, entre outros.

A pesquisa indica que os consumidores estão mais atentos aos preços neste ano- 36,9% afirmaram que será o diferencial na hora de escolher o estabelecimento, alta de 7,9 p.p em comparação a 2020 (29,0%). Os entrevistados relataram que estão em situação financeira igual (38%) e melhor (36%) ao ano anterior, mas ainda 25% declararam estar em situação pior.

“A expectativa é de gasto médio maior este ano em relação a 2020, mas ainda não deve superar os valores pré-pandemia por conta das incertezas econômicas e a alta dos preços, que diminui o poder de compra. Além de aquecer o comércio, a data também movimenta outros setores. Muitas famílias optam por comemorar o dia com atividades ao ar livre (15,6%), parque de diversões (8,2%) e almoço na casa de familiar (7%)”, comenta o vice-presidente da Fecomércio/SC, Emílio Rossmark Schramm.

Destaques

– Gasto médio de R$ 196,82, acréscimo de 13,8% diante do ano anterior. Em termos reais, considerada a inflação acumulada em 12 meses (9,68%), o resultado também é positivo (3,75%), mas permanece inferior aos níveis pré-crise.

– 81% dos entrevistados devem realizar pesquisa de preço, alta de 7,9 p.p diante de 2020, em lojas (51,7%) e na internet (27,9%).

– Comércio de rua deve ser o destino de compras da maioria dos catarinenses (62,5%). Shoppings (19,9%) e Internet (12,1%) estão em 2º e 3º lugar.

– Lista de presentes é liderada por brinquedos (54,2%), vestuário (25,8%) e calçado (6,8%).

– Quase sete em cada dez não pretendem fazer as compras acompanhados das crianças.

A pesquisa foi realizada com 1.126 pessoas, no período entre os dias 24 de agosto até 06 de setembro, nas cidades de Blumenau, Chapecó, Criciúma, Florianópolis, Joinville, Lages e Itajaí.

Fonte: Clicsc

economia

Oportunidade: Itajaí tem mais mil vagas de emprego

Entre as 1.077 oportunidades disponíveis, há demanda para coordenador de comércio exterior, mecânico de manutenções, social media e outras

economia

Bolsonaro afirma que governo não interferirá no preço dos combustíveis

Bolsonaro confirmou que tem conversado com o ministro da Economia, Paulo Guedes, sobre o futuro da empresa energética, não descartando, inclusive, a opção de privatização – hipótese que admitiu ser “complicada.”

economia

Novo Auxílio Brasil terá reajuste de 20% em relação ao Bolsa Família

Informação é do ministro da Cidadania, João Roma

economia

Mercadão dos Óculos inaugura unidades em Tijucas e Florianópolis

O Mercadão dos Óculos, uma das 50 maiores franquias do Brasil, amplia sua presença em todas as regiões do país

economia

Santa Catarina bate recorde nas exportações de carne suína em setembro

O faturamento com as exportações de carne suína em setembro chegou a US$ 136,3 milhões, com uma alta de 40,3% em relação ao mesmo período do ano passado

Mais notícias

Política

Deputado Coronel Mocellin cobra demandas da segurança pública junto ao governador Carlos Moisés

O deputado Coronel Mocellin esteve, nesta segunda-feira, com o governador Carlos Moisés e com o comandante-geral do CBMSC, coronel Charles Alexandre Vieira, para cobrar pleitos importantes da segurança pública.Entre os quais, agilidade no encaminhamento do […]

Segurança

Mulher fica em estado grave após ser atropelada por carreta na BR-470

O Corpo de Bombeiros Voluntários de Ibirama e o Samu prestaram os primeiros atendimentos à vítima