keyboard_backspace

Página Inicial

economia

Governo Bolsonaro propõe valor de R$ 1.169 para salário mínimo de 2022

Aumento em relação à 2021 é de apenas 69,00

X

O governo federal propôs um salário mínimo de R$ 1.169 para 2022 segundo a proposta de Orçamento do ano que vem apresentada nesta terça-feira (31), pela equipe econômica.

Atualmente, o salário mínimo é de R$ R$ 1.100. O reajuste de 6,2%, se aprovado pelo Congresso, começará a valer em janeiro de 2022, com pagamento a partir de fevereiro.

O valor representa um aumento de R$ 69 em relação ao salário mínimo atual. Também equivale a mais R$ 22 na comparação com os R$ 1.147 propostos inicialmente para 2022. A explicação para esse reajuste é o impacto da inflação de 2021.

Para a inflação deste ano, foi considerada alta de 5,90% para o IPVA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) e de 6,2% para o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), inflação das famílias com renda de até cinco salários mínimos, que dá base ao piso salarial.

O valor do salário mínimo proposto pelo governo para o ano que vem tem correção somente pela inflação. Esse formato já foi adotado desde 2020, quando a área econômica concedeu reajuste somente com base na inflação do ano retrasado. Com isso, o governo mudou a política de aumentos reais (acima da inflação) que vinha sendo implementada nos últimos anos.

O valor faz parte do PLOA (Projeto de Lei Orçamentária Anual) que detalha a proposta do governo federal enviada pelo Poder Executivo para os Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social para 2022.

O documento foi elaborado considerando crescimento de 5,3% do PIB (Produto Interno Bruto) em 2021, e de 2,5% em 2022, 2023 e 2024.

Em relação ao câmbio, estima-se a média anual de R$ 5,20 por dólar em 2021 e de R$ 5,15 por dólar em 2022. 

O PLOA 2022 apresenta o Orçamento da União com despesas que somam R$ 4.619,6
bilhões, referentes aos três Poderes. Desse total, R$ 2.008,3 bilhões correspondem ao total de
despesas primárias do Governo Central. As despesas financeiras correspondem a R$ 2.611,3
bilhões.

Fonte: Clicsc

economia

Cerca de 4 mil beneficiados do SC Mais Renda ainda não buscaram seus cartões

Os cartões para aqueles que tiveram aprovação são distribuídos em parceria com os municípios, junto às unidades de assistência social de cada cidade

economia

Gasto médio no Dia das Crianças deve crescer 13,8% em SC

Os dados são apurados em sete cidades do Estado para traçar o perfil do consumidor no período e preparar o empresário do setor com informações relevantes

economia

Movimentação de navios no Porto de São Francisco do Sul cresce 17% em 2021

Os números se referem exclusivamente ao porto público de São Francisco do Sul, sem os dados dos dois terminais privados que também fazem parte do complexo portuário: Itapoá e Tesc

economia

Incertezas na economia derrubam confiança do empresário industrial de SC

A desaceleração na atividade global também preocupa, aponta a Federação

economia

Gasolina e gás de cozinha aumentam de novo; Preço do botijão já chega há R$ 130

Mesmo sem a Petrobras aumentar o preço do produto nas suas refinarias, já soma alta de mais 5%

Mais notícias

Cidades

Trânsito no Morro de Zimbros será interrompido nesta terça-feira (27)

O Governo do Município de Porto Belo, por meio do Departamento de Trânsito da cidade, informa que nesta terça-feira (27), o trânsito no Morro de Zimbros estará interrompido para que seja realizada mais uma parte […]

Segurança

Caminhoneiro morre esmagado por carga após entrar em área de escape na BR-376

O motorista morreu no local. Antes da chegada do socorro, motoristas que passavam pela região tentaram auxiliar a vítima