keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Governo SC contrata Bolsa de Valores de São Paulo para promover licitação de PPPs e concessões

A contratação da B3 S.A. possibilita a utilização da bolsa para facilitar o acesso e a divulgação a potenciais investidores, uma vez que possui conhecimento profundo do mercado e das inter-relações dos atores que nele atuam

X
Ricardo Wolffenbüttel /Secom

A Secretaria de Estado da Administração de Santa Catarina (SEA) publicou no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira, 13, a inexigibilidade de licitação 0061/2022, com contratação de serviço especializado para assessorar o processo licitatório de futuras concessões do Governo de Santa Catarina. A empresa contratada será a B3 S.A. – Brasil, Bolsa, Balcão, a tradicional Bolsa de Valores de São Paulo.

O papel da contratada será o de dar todo o suporte a quatro processos licitatórios de concessão que serão realizados dentro do Programa de Parcerias e Investimentos do Estado de Santa Catarina (PPI-SC): Mirante da Serra do Rio do Rastro, Complexo Prisional, Complexo Hospitalar e Aeroporto de Jaguaruna. Tal suporte vai desde a estrutura física até a expansão e amplitude internacional na divulgação dos certames, ampliando a competitividade e a transparência nas licitações.

A inelegibilidade implicará em uma despesa de R$ 440 mil por projeto, que serão pagos pelas empresas vencedoras das licitações. No caso de eventual insucesso do certame, caberá ao Estado realizar o pagamento à B3 da quantia de R$ 141 mil por projeto sem êxito. A B3 foi contratada por inexigibilidade de licitação, haja vista ser a única bolsa em operação no país, sendo notória a sua especialização na atividade.

As hipóteses de contratação sem concorrência pública são chamadas de contratações diretas e estão previstas na Lei 8.666/93, mais conhecida como o Estatuto das Licitações e Contratações Públicas. Entre os casos em que a administração pública pode ou deve deixar de realizar a licitação, estão os contratos do PPI-SC com organismo multilaterais como o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e Caixa Econômica Federal (CAIXA). O PPI conta hoje com quatro projetos de Parceria Público-Privada (PPP) e sete projetos de concessão comum em sua carteira, que somam mais de 7 bilhões de reais em valor de contrato.

O PPI-SC é coordenado pela Diretoria de Desestatização e Parcerias da Secretaria de Estado da Fazenda, responsável por definir, disciplinar e exercer a supervisão técnica e a orientação normativa dos processos pertinentes aos projetos de PPP, concessão comum, privatização, desinvestimento, liquidação e demais formas de desestatização prevista em Lei.

As licitações pertinentes ao Programa são realizadas por Comissão Especial de Licitação, instituída para este fim, e presidida pela Diretoria de Gestão de Licitações e Contratos da Secretaria de Estado da Administração.

“A B3 se apresenta como a instituição mais indicada para a realização destas licitações, pois dispõe de infraestrutura completa para a realização dos certames e para a prestação de diversos serviços, que incluem desde o apoio à operação licitatória até a organização física do evento e a condução da disputa dos interessados. Os principais processos de privatização do governo federal são realizados hoje com o auxílio da empresa”, explica o secretário de Estado da Administração, Jorge Eduardo Tasca.

Além disso, a contratação da B3 S.A. possibilita a utilização da bolsa para facilitar o acesso e a divulgação a potenciais investidores, uma vez que possui conhecimento profundo do mercado e das inter-relações dos atores que nele atuam. A Brasil, Bolsa, Balcão também detém o conhecimento das regras da dinâmica de funcionamento de empresas e demais instituições públicas e privadas presentes no mercado.

Fonte: Clicsc

Geral

Ministério Público Federal investiga prazo de entrega do Contorno Viário de Florianópolis

O MPF pediu à Agência Nacional dos Transportes Terrestres (ANTT) que apresente os percentuais de conclusão das obras em sete de janeiro de 2021 e em 20 de fevereiro de 2020, destacando eventuais alterações no cronograma de conclusão

Geral

Aumenta cobrança pela conclusão das obras do Contorno de Florianópolis

Senadores, deputados e Vereadores querem o cumprimento do prazo de dezembro de 2023

Geral

Desafios do setor portuário com lideranças do Sul do Brasil são discutidas pelo Governo do Estado

Os representantes do setor portuário estão reunidos em Santa Catarina para o Fórum Regional Sul Export

Geral

Monitoramento do Rio Camboriú aponta nível acima da média nesta segunda-feira (16)

A captação, tratamento e o abastecimento em Balneário Camboriú e Camboriú também ocorre normalmente

Geral

Protetora morre e cidade se mobiliza para cães e gatos serem adotados em SC

A prefeitura assumiu a responsabilidade de cuidar dos animais até que sejam adotados

Mais notícias

Geral

Ministério Público Federal investiga prazo de entrega do Contorno Viário de Florianópolis

O MPF pediu à Agência Nacional dos Transportes Terrestres (ANTT) que apresente os percentuais de conclusão das obras em sete de janeiro de 2021 e em 20 de fevereiro de 2020, destacando eventuais alterações no cronograma de conclusão

Geral

Aumenta cobrança pela conclusão das obras do Contorno de Florianópolis

Senadores, deputados e Vereadores querem o cumprimento do prazo de dezembro de 2023