keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Homem é preso no RS suspeito de matar a ex-namorada degolada em Santa Catarina

Foi preso, nesta quinta-feira (15), no Rio Grande do Sul o suspeito de matar a jovem Vanessa de Souza Borba, de 24 anos, encontrada com um corte no pescoço na cidade de Florianópolis. O homem […]

X

Foi preso, nesta quinta-feira (15), no Rio Grande do Sul o suspeito de matar a jovem Vanessa de Souza Borba, de 24 anos, encontrada com um corte no pescoço na cidade de Florianópolis.

O homem é ex-namorado da vítima. Além da prisão preventiva pela suspeita do feminícidio, ele responde por um processo criminal no RS por prática de violência doméstica contra uma ex-namorada.

Conforme investigado pela Polícia Civil, o acusado apresentava comportamento de ciúmes e de perseguição em relação à vítima. Apesar disso, Vanessa não possuía nenhum registro de boletim de ocorrência contra o suspeito.

Sendo comprovado a responsabilidade pelo crime, a pena do homem pode chegar a 30 anos de prisão

A prisão foi o resultado do trabalho integrado entre as Polícias Civis de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, com o apoio do Centro Integrado de Operações de Fronteira do Ministério de Justiça e Segurança Pública, do Núcleo de Inteligência e Segurança Institucional do Tribunal de Justiça de SC e da Brigada Militar do RS.

O corpo de Vanessa de Souza foi encontrado com um corte no pescoço, no dia 4 de outubro, pelo seu próprio pai no apartamento em que morava.

Segurança

Idosa sai para ir a uma festa e é encontrada 10 dias depois em buraco pela família

Idosa saiu de uma festa de aniversário no dia 13 de fevereiro para ir para casa e caiu dentro de uma grota

Segurança

Foragido por dois homicídios é preso em Florianópolis

Captura ocorreu no início da madrugada de terça-feira (23) pela Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Palhoça

Mais notícias

Brasil

Auxílio emergencial e criptomoedas deverão ser declarados no Imposto de Renda

Saques emergenciais do FGTS também precisarão ser informados

coronavirus

Começa distribuição de 3,2 milhões de doses da vacina contra covid-19

Chegada de mais imunizantes permitirá ampliar grupos prioritários