keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Homem é preso suspeito de estuprar criança irmã da esposa

A ação é da Delegacia de Polícia Civil da Comarca de Indaial e foi realizada nesta quarta-feira (03)

X
Imagem Ilustrativa

A Polícia Civil cumpriu um mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça contra um homem por suspeita de estupro de vulnerável, em Indaial, no Vale do Itajaí. A ação é da Delegacia de Polícia Civil da Comarca de Indaial e foi realizada nesta quarta-feira (03).

Segundo as investigações, o homem é suspeito de abusar sexualmente por diversas vezes de uma criança, irmã de sua esposa, além de ter ameaçado tanto a criança como a mãe dela, caso contassem o crime à polícia.

O homem foi interrogado e encaminhado à unidade prisional e ficará à disposição da Justiça. O inquérito policial será encaminhado ao Judiciário.

Fonte: Clicsc

Segurança

Vídeo: Carro bate em barco em rua movimentada de Chapecó

Com a colisão, o barco capota e é arrastado pela caminhonete.

Segurança

Homem fica soterrado em obra após terra desabar durante escavação

Vítima apresentava escoriações nos membros inferiores e suspeita de fratura na clavícula

Segurança

Mãe é flagrada carregando bebê de 2 meses em cima de moto com cadeirinha

A mãe era passageira de moto e segurava nos braços um bebê-conforto, dispositivo para transportar bebês de até 13 quilos ou até um ano de idade

Segurança

Dupla é presa por aplicar golpe do cartão clonado

Os presos são um homem de 27 anos e uma mulher de 19 anos. Eles foram autuados em flagrante por estelionato e uso de documento falso

Segurança

Operação contra tráfico de drogas cumpre 11 mandados em Joinville

Ao todo foram cumpridos dez mandados de busca, um mandado de prisão preventiva e um mandado de busca e apreensão de menor de idade expedidos pela Justiça

Mais notícias

Segurança

Vídeo: Carro bate em barco em rua movimentada de Chapecó

Com a colisão, o barco capota e é arrastado pela caminhonete.

Utilidade Pública

Inscrições para edital do MPF que selecionará projetos na área de direitos humanos encerram nesta semana

Cada organização, grupo ou coletivo poderá apresentar até duas propostas, independentemente da categoria