keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Homem joga querosene e ateia fogo na ex-mulher em Balneário Camboriú

Após o atentado, a mulher foi atendida pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência)

X

Uma mulher acionou o socorro na cidade de Balneário Camboriú no último sábado (23) após seu ex-marido ataca-la e atear fogo nela em uma casa abandonada no bairro dos Municípios.

Segundo informações da Polícia Militar, a mulher estava escondida na propriedade abandonada quando foi atacada pelo homem que jogou querosene em seu corpo e ateaou fogo. A vítima saiu correndo pedindo socorro ainda com partes do corpo em chamas.

Após o atentado, a mulher foi atendida pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). O suspeito pelo crime ainda não foi identificado nem localizado.

Fonte: Clicsc

Segurança

Mulher filma a morte do próprio marido que pulou de penhasco

A autópsia do corpo da vítima revelou que o impacto não foi a causa literal da morte

Segurança

Motorista bêbado atropela dois adolescentes na frente de escola

O motorista foi rendido por populares e confessou ter ingerido bebida alcoólica

Segurança

Ladrão furta bolsa de mulher em Porto Belo e acaba preso pela PM

Homem fingiu ser fotógrafo para roubar a vítima

Segurança

Polícia apreende 186 quilos de maconha em Joinville

Motorista embarcou a droga no Paraná, e o destino só seria revelado durante o trajeto, por meio de ligação telefônica

Segurança

Motorista cai e rio e foge do local com o pé quebrado

De acordo com o motorista, um veículo branco teria cortado a sua frente, e o mesmo perdeu o controle da direção

Mais notícias

Geral

Ministério Público Federal investiga prazo de entrega do Contorno Viário de Florianópolis

O MPF pediu à Agência Nacional dos Transportes Terrestres (ANTT) que apresente os percentuais de conclusão das obras em sete de janeiro de 2021 e em 20 de fevereiro de 2020, destacando eventuais alterações no cronograma de conclusão

Geral

Aumenta cobrança pela conclusão das obras do Contorno de Florianópolis

Senadores, deputados e Vereadores querem o cumprimento do prazo de dezembro de 2023