keyboard_backspace

Página Inicial

mundo

Homem quase perde a ponta do pênis após nó de pelos cortar a cirulação

A equipe que fez o atendimento de emergência descreveu o paciente como “desleixado” e afirmou que o problema poderia ter sido evitado com hábitos de higiene mais saudáveis

X
IStock

Um homem de 57 anos quase perdeu uma parte do pênis depois que pelos formaram um nó ao redor do órgão. O caso foi relatado pela revista Urolofy Case Reportes e aconteceu em Geelong, na Austrália.

O homem procurou ajuda após duas semanas sentido dores e acabou sendo submetido a uma cirurgia para reparar o órgão.

O problema é conhecido como síndrome do torniquete capilar, quando um fio de cabelo ou de outro material fica firmemente enrolado ao redor dos dedos das mãos, dedos dos pés ou das genitais.

O paciente não circuncidado informou à equipe que raramente retraía o prepúcio para limpá-lo, e que sentava-se para urinar, o que dificultou o autoexame.

Fonte: Clicsc

mundo

Dados apontam que queda de avião na China foi intencional

A aeronave se chocou contra uma montanha em março deste ano

mundo

Gerente de lanchonete é preso por urinar em milkshakes de clientes

Além disso, o homem está sendo investigado por pornografia infantil

mundo

Fenômeno Aphelion: Entenda a situação afasta a Terra do Sol prevista para julho de 2022

Fontes especializadas garantem que não estão previstos efeitos significativos no clima ou saúde no Planeta

mundo

Elon Musk suspende acordo para compra do Twitter

Medida fez com que ações do Twitter desabassem

mundo

Homem compra cofre antigo por R$500 e encontra R$125 mil dentro

O morador da Califórnia solicitou que o comprador devolvesse uma parte do lucro inesperado, mas o comprador se recusou

Mais notícias

Tempo

Ressaca destrói casas e estabelecimentos em Florianópolis

A Defesa Civil afirma que deve avaliar os estragos e conversar com os moradores da região para prestar apoio

Brasil

Bebê é encontrado vivo em buraco depois de dois dias desaparecido

O menino desapareceu no domingo (15) e a mãe registrou o desparecimento 24 horas depois