keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Homem que matou namorada em Itajaí possui histórico de violência doméstica

O laudo pericial preliminar indica que a morte foi por asfixia

X
Divulgação
Siga-nos no google-news

Está preso o homem apontado como suspeito pelo feminicídio de uma servidora do Poder Judiciário, lotada no fórum da Comarca de Itajaí. Ela foi encontrada morta em seu apartamento na noite de sábado (08), no bairro Fazenda, em Itajaí.

O laudo pericial preliminar indica que a morte foi por asfixia. A partir do momento em que a vítima foi encontrada por familiares já sem vida em sua residência, a Polícia Civil iniciou as diligências visando a localização e captura do suspeito, bem como do veículo e da motocicleta, ambos da vítima, que foram subtraídos.

O veículo da vítima foi localizado no início da tarde de domingo (09), em um motel em Balneário Camboriú, sendo que o telefone celular dela, igualmente subtraído, foi encontrado em um outro motel em Itajaí.

O suspeito do crime teve sua prisão decretada a pedido da Polícia Civil e se apresentou na madrugada desta segunda-feira (10), na Central de Plantão Policial de Balneário Camboriú. O homem já possuía histórico de violência doméstica e possui passagem pelo sistema prisional. Ele foi interrogado na tarde desta segunda-feira e se reservou ao direito de permanecer em silêncio.

Os trabalhos investigativos foram coordenados pelas Divisões de Investigação Criminal (DICs/PCSC) de Itajaí e Balneário Camboriú, juntamente com a Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE/PCSC), com o apoio do Núcleo de Inteligência e Segurança Institucional do Tribunal de Justiça.

Fonte: Clicsc

Segurança

Motociclista morre em acidente com carro em rodovia catarinense

Quando os socorristas chegaram, já não havia ninguém no local do acidente

Segurança

Casa noturna de BC terá que indenizar cliente após constrangimento por suposta nota falsa

Justiça determinou que estabelecimento pague R$ 7 mil de danos morais ao consumidor

Segurança

Adolescente é mantida em cativeiro durante sete meses por homem que conheceu na internet

A menina foi dada como desaparecida e passou os sete meses sem contato com os pais

Segurança

Polícia aborda carro e encontra arma de fogo Camboriú

Abordagem ocorreu no bairro Rio Pequeno em Camboriú

Segurança

Homem que arrastou namorada pelos cabelos e tentou matá-la com tesouradas é condenado

Reincidente em crime doloso, o rapaz confessou ter praticado o delito de modo parcial

Mais notícias

Animal

Homem ganha R$3 mil de recompensa após achar “Elvis”, papagaio desaparecido em Florianópolis

O vizinho afirmou que o pássaro estava no terreno da casa dele desde a noite de sexta (12)

Geral

Fundador da Vinícola Girola morre aos 93 anos em SC

Ele deixa esposa, 10 filhos, 14 netos, 2 bisnetos, familiares e amigos enlutados