keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Homem que se vestia de dinossauro para animar o filho em Joinville é preso por furto a caixa eletrônico

Ele foi condenado pelo crime de furto qualificado contra um caixa eletrônico ocorrido na cidade de Tupã, em São Paulo

X
Divulgação

O homem que ganhou sucesso nas redes sociais como o dinossauro de Joinville ficou famoso mais uma vez, porém, agora, por conta de um motivo menos nobre. O “dinossauro” foi preso pela Polícia Civil de Santa Catarina na última quinta-feira (11). Ele foi condenado pelo crime de furto qualificado contra um caixa eletrônico ocorrido na cidade de Tupã, em São Paulo.

Maicon André Schulp, de 36 anos, ficou conhecido em Joinville por se vestir de dinossauro e andar de patinete pela cidade catarinense. Os vídeos dos passeios viralizaram nas redes sociais. Na época, Maicon explicou que decidiu comprar fantasia para alegrar o filho.

Em um dos momentos postados nas redes, Maicon aparece vestido de “Dino” brincando na rua com as crianças. “O pessoal buzinava, filmava e pediam fotos. Foi uma loucura! Virou uma febre”, contou.

Maicon foi condenado pela Justiça daquele Estado a uma pena de 3 anos e 4 meses de prisão. Após os procedimentos, o preso foi encaminhado ao Presídio Regional de Joinville.

Fonte: Clicsc

Segurança

Homem incendeia a própria casa para se livrar de infestação de cobras

Bombeiros acreditam que o fogo começou no porão e se alastrou pelo resto da casa

Segurança

‘Serial Killer’ que matava gays em SC e PR é condenado a 30 anos de prisão

José Soroka marcava encontros pelo Grindr e estrangulava os rapazes

Segurança

Vídeo: Jovem mandou áudio para mãe antes de cavar a própria cova na praia e ser morta a tiros em SC

Homem investigado pela morte disse ao delegado que ela já estava na praia quando enviou o áudio

Segurança

Porto Belo: Bandidos rendem homem e fogem levando malote de dinheiro de posto de combustível

Criminosos fingiam que calibravam o pneu da moto e abordaram a vítima

Mais notícias

Segurança

Homem incendeia a própria casa para se livrar de infestação de cobras

Bombeiros acreditam que o fogo começou no porão e se alastrou pelo resto da casa

Segurança

‘Serial Killer’ que matava gays em SC e PR é condenado a 30 anos de prisão

José Soroka marcava encontros pelo Grindr e estrangulava os rapazes