keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Idosos tomavam banho frio, eram agredidos e até amarrados por funcionários de asilo em SC

Justiça interditou casa de idosos após denúncia do MPSC

X

A Justiça interditou uma casa de repouso para idosos na cidade de Cunha Porã, no Oeste de Santa Catarina, após denúncias de maus-tratos e negligência. O Ministério Público de Santa Catarina constatou diversas irregularidades. Os idosos eram submetidos a banhos frios, alimentação inadequada ou insuficiente, e alguns eram até amarrados, vítimas de violência física e verbal, entre muitas outras atrocidades. Todos os casos foram relatos à promotora do caso Karen Damian Pacheco Pinto.

Agora, o local tem um prazo de até 10 dias para encerrar as atividades e encaminhar os cerca de 30 idosos acolhidos para as famílias ou para outras casas de repouso. A investigação também mostrou que a instituição tem menos funcionários do que o necessário e que muitos deles não têm aptidão para cuidar dos residentes da casa. Pessoas contratados para a limpeza do ambiente, por exemplo, estavam também cozinhando e medicando os idosos.

Segundo Karen Pinto, a instituição é acompanhada há muito tempo. Em 2019, inclusive, um acordo judicial resolveu problemas ligados à infraestrutura e a casa de repouso, por exigência da Justiça, precisou mudar a sede para um local adequado. Agora, com novas denúncias e informações, a casa foi interditada pela Justiça. O Ministério Público e a Assistência Social de Cunha Porã acompanharão a realocação dos idosos para que a medida liminar seja cumprida e para que todos os residentes fiquem em segurança em outras instituições ou em casas de familiares. Se a medida não for cumprida, a instituição terá que pagar uma multa diária de R$ 500.

Segurança

Poste cai e deixa dois trabalhadores feridos em Itajaí

Os funcionários trabalhavam quando o poste caiu e acabou atingindo os trabalhadores

Segurança

Vídeo: Homem caminha com bois furtados em avenida movimentada de Florianópolis

Inicialmente, ele afirmou que os animais eram de seus tios. Porém, ele não tinha a documentação para comprovar sua versão

Segurança

Operação identifica 55 licitações fraudadas ao longo de uma década em dois municípios catarinenses

Nos últimos dias, a Polícia Civil de Santa Catarina, por intermédio da 2ª Delegacia Especializada no Combate à Corrupção, concluiu uma investigação de delitos de fraudes em licitações nos municípios de Treze de Maio e […]

Mais notícias

Geral

Defesa civil de Balneário Piçarras e Celesc iniciam “Operação Primavera”

Ação consiste na poda e corte da vegetação que encobre a rede elétrica

Esportes

Esporte de Itapema tem bons resultados no final de semana

Atletas participaram de várias competições com vitórias em várias modalidades