keyboard_backspace

Página Inicial

economia

Incertezas na economia derrubam confiança do empresário industrial de SC

A desaceleração na atividade global também preocupa, aponta a Federação

X
Divulgação

O índice de confiança do empresário da indústria de Santa Catarina, medido pela Federação das Indústrias de SC (Fiesc), caiu 7,1 pontos em setembro, de 65,6 pontos para 58,5 pontos. Segundo a entidade a motivação da queda é o cenário político e fiscal. Percentualmente, a queda é de 10,8%.A situação, diz a Fiesc, é fruto da elevação do grau de incerteza sobre a condução da agenda econômica nos últimos meses de 2021. A desaceleração na atividade global também preocupa, aponta a Federação.

Apesar da queda, o índice se manteve acima da linha dos 50 pontos, o que indica um ambiente de confiança entre os empresários industriais. Houve queda também no índice nacional, que registra agora 58 pontos.

Conforme o economista do Observatório Fiesc, Thiago Rodrigues Lemos, no cenário internacional as preocupações giram em torno de expectativas quanto à redução de estímulos econômicos pelos bancos centrais mundiais e desaceleração da atividade econômica, sobretudo na China. Já no Brasil, a aceleração da inflação e o risco de uma crise hídrica, com efeitos sobre a oferta de energia, estão entre os principais pontos de atenção no médio prazo.

Expectativa

A expectativa do empresário industrial catarinense para os próximos seis meses também registrou queda significativa de 7,1 pontos na passagem entre o mês de agosto e setembro, atingindo 60,8 pontos no índice. No cenário nacional, o quadro de menor otimismo também se mostra presente, com o indicador recuando 5,1 pontos.

Condições atuais

Em relação ao Índice de Condições Atuais, Santa Catarina apresentou nova queda no indicador em setembro, a segunda consecutiva. Com recuo de 7,1 pontos, o indicador se mantém em 53,9 pontos. Na visão do empresário industrial catarinense, o cenário atual se mostra mais desafiador que os seis meses imediatamente anteriores, dado os elevados níveis de preços, desaceleração econômica global, gargalos logísticos e uma possível crise de abastecimento de água e energia. O Índice nacional também apresentou recuo na passagem mensal, de 5,3 pontos, agora em 52,2 pontos.

Fonte: Rede Catarinense de Notícias

economia

Oportunidade: Itajaí tem mais mil vagas de emprego

Entre as 1.077 oportunidades disponíveis, há demanda para coordenador de comércio exterior, mecânico de manutenções, social media e outras

economia

Bolsonaro afirma que governo não interferirá no preço dos combustíveis

Bolsonaro confirmou que tem conversado com o ministro da Economia, Paulo Guedes, sobre o futuro da empresa energética, não descartando, inclusive, a opção de privatização – hipótese que admitiu ser “complicada.”

economia

Novo Auxílio Brasil terá reajuste de 20% em relação ao Bolsa Família

Informação é do ministro da Cidadania, João Roma

economia

Mercadão dos Óculos inaugura unidades em Tijucas e Florianópolis

O Mercadão dos Óculos, uma das 50 maiores franquias do Brasil, amplia sua presença em todas as regiões do país

economia

Santa Catarina bate recorde nas exportações de carne suína em setembro

O faturamento com as exportações de carne suína em setembro chegou a US$ 136,3 milhões, com uma alta de 40,3% em relação ao mesmo período do ano passado

Mais notícias

Política

Deputado Coronel Mocellin cobra demandas da segurança pública junto ao governador Carlos Moisés

O deputado Coronel Mocellin esteve, nesta segunda-feira, com o governador Carlos Moisés e com o comandante-geral do CBMSC, coronel Charles Alexandre Vieira, para cobrar pleitos importantes da segurança pública.Entre os quais, agilidade no encaminhamento do […]

Segurança

Mulher fica em estado grave após ser atropelada por carreta na BR-470

O Corpo de Bombeiros Voluntários de Ibirama e o Samu prestaram os primeiros atendimentos à vítima