keyboard_backspace

Página Inicial

economia

Indústria catarinense registra maior alta do país em fevereiro, aponta IBGE

No acumulado de janeiro e fevereiro de 2021, o Estado catarinense liderou o ranking das Unidades da Federação, com uma alta de 9,5%. A variação nacional foi de 1,9%, abaixo da verificada no primeiro mês deste ano de 2,6%.

X

A produção industrial em Santa Catarina continua avançando acima da média nacional e desponta com a maior alta do país no acumulado do ano. Em fevereiro, na série com ajuste sazonal, o setor no Estado cresceu 8,1% na comparação com o mesmo mês de 2020. O resultado é o melhor entre os 15 locais pesquisados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e maior que o do país, que cresceu 0,4%. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira, 8, na Pesquisa Industrial Mensal (PIM).

“Nós trabalhamos para buscar a harmonia entre a gestão da pandemia e a retomada da economia. Queremos apoiar o setor produtivo para permitir um crescimento com mais celeridade. Estamos ao lado dos empreendedores, dos investidores e do setor produtivo, para ouvir as demandas e buscar soluções, inclusive ampliando a interlocução com o governo federal”, afirma a governadora Daniela Reinehr.

No Estado, o avanço foi impulsionado, sobretudo, pelos setores de máquinas e equipamentos (32,1%) e metalurgia (23,2%). Papel e celulose, máquinas e aparelhos elétricos, artigos têxteis e vestuário também tiveram crescimento robusto. Além de SC, apenas Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Espírito Santo e Minas Gerais tiveram variação positiva em relação a fevereiro de 2020.

“É importante termos um olhar atento ao que estes indicadores econômicos nos apontam. O primeiro ponto positivo é, obviamente, o destaque notório de Santa Catarina, no cenário nacional, na comparação com o mesmo mês do ano anterior. Outro ponto a se destacar é o que representa, especialmente, o crescimento da produção industrial que, em geral, reflete tendência positiva dos demais setores da economia, como comércio e serviços. Este desempenho é o ponto de partida para um ciclo positivo de eventos que devem influenciar o crescimento da economia nos próximos meses”, destaca o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE), Luciano Buligon.

Quando se observa a variação de fevereiro em relação a janeiro deste ano, a indústria de Santa Catarina apresentou queda de 1,5%. Foi a primeira variação negativa desde abril de 2020, após nove meses com crescimento. No acumulado de janeiro e fevereiro de 2021, o Estado catarinense liderou o ranking das Unidades da Federação, com uma alta de 9,5%. A variação nacional foi de 1,9%, abaixo da verificada no primeiro mês deste ano de 2,6%.

Média Móvel Trimestral

Em relação à média móvel trimestral, nove dos 15 locais pesquisados pelo IBGE apontaram taxas positivas no trimestre terminado em fevereiro de 2021. Santa Catarina se destacou em quarto lugar, com um crescimento de 0,7%. Os maiores avanços nesta análise ficaram com Mato Grosso (3,3%), Rio de Janeiro (1,7%) e Minas Gerais (1,0%).

Fonte: Clicsc

economia

Santa Catarina estima colher 60 mil toneladas de maracujá

O Estado tem aproximadamente 2 mil hectares de pomar da fruta, a maioria concentrada no Sul.

economia

Arábia suspende compra de carne de ave de 11 frigoríficos do Brasil

Ainda segundo a nota, “apenas o Brasil foi objeto de atualização de lista de exportadores de carne de aves”.

economia

Pesquisa mostra que 52% dos idosos sustentam a casa no Brasil

Apesar de estarem cada vez mais inseridos no mercado de trabalho, 40% dos idosos que exercem atividade profissional relataram dificuldade para conseguir uma oportunidade de trabalho, sendo o preconceito com a idade o principal motivo identificado

economia

Saiba se você tem direito ao “Auxílio Catarina”, o auxílio emergencial criado para os catarinenses

Mais de 43 mil famílias catarinenses de baixa renda têm a possibilidade de receber o benefício

economia

Governo de SC propõe auxílio emergencial para amenizar efeitos da pandemia

A estimativa é que sejam atendidas mais de 62 mil famílias catarinenses. O investimento do Executivo será superior a R$ 37 milhões, com recursos já garantidos no orçamento.

Mais notícias

coronavirus

Pela segunda semana seguida, apenas uma região do estado está em nível grave

Não houve alterações de classificação em relação à matriz divulgada no último final de semana

Segurança

Quatro pessoas da mesma família morrem em incêndio em SC

Quatro pessoas da mesma família morreram carbonizadas em um incêndio na manhã deste sábado (08) na cidade de São Domingos, no Oeste catarinense. A casa da família ficou destruída. Morreram no local um homem de […]