keyboard_backspace

Página Inicial

Sem categoria

Itajaí garante 18 milhões de reais para saneamento básico

Verba do Orçamento Geral da União é destinada para obras no Cidade Nova

Itajaí angariou em Brasília mais verbas para investimento em infraestrutura. Nesta semana, a Caixa Econômica Federal homologou a liberação de R$ 18 milhões do Orçamento Geral da União do Governo Federal para o saneamento básico do Cidade Nova. Os recursos foram liberados pela Secretaria de Saneamento Básico do Ministério das Cidades considerados como fundo perdido, um repasse sem ônus para o município.

As obras de esgotamento são parte do Projeto Parque Linear Cidade Nova iniciadas com a ampliação da rede de macrodrenagem na Avenida Ministro Luiz Galotti e Rua João Lamim, iniciadas em novembro de 2013 e concluídas em junho do ano passado. Além dessas obras subterrâneas, o projeto prevê obras de pavimentação e iluminação pública, recuperação ambiental e reassentamento de famílias que ocupam as encostas do Rio Itajaí-Mirim.

O prefeito Volnei Morastoni comemorou o resultado e avaliou a importância das obras na região. “O Parque Linear no Cidade Nova representa a preocupação deste governo em promover um desenvolvimento integral. Um desenvolvimento que passa pelas obras de drenagem e saneamento básico, iluminação pública, pavimentação e asfalto, reurbanização da área e recuperação do meio ambiente, além de garantir moradia digna para população. Ou seja, promover a dignidade humana em todas as suas áreas.”

O diretor-geral do Semasa, Marcelo Sodré, ressalta a importância do investimento. “A obra terá impacto direto na qualidade de vida da população e no cuidado com o meio ambiente. Mas temos que lembrar os cálculos da Organização Mundial da Saúde (OMS) segundo a qual para cada real investido em saneamento, são economizados R$ 4,3 reais em custos com tratamento de doenças. Então também estamos falando em um investimento indireto de R$ 77 milhões na saúde da população”, explica Sodré.

Os recursos foram liberados após readequação de valor requerida pelo Município de Itajaí para R$18.395.590,33. “Os valores do projeto original estavam defasados, por isso fomos até o ministério para garantir mais recursos. É uma grande conquista”, avalia o coordenador do Planejamento Estratégico (PEMI) e responsável pela captação de recursos, Alcides Volpato. A obra é de responsabilidade do Serviço Municipal de Água, Saneamento Básico e Infraestrutura (Semasa) e com a garantia da verba, o processo licitatório para contratação da empresa será lançado nos próximos dias.

Mais notícias

coronavirus

Polícia investiga empresa por fraude em oferta de vacina

Entre os municípios que receberam oferta da empresa, sediada em Recife, estão Duque de Caxias e Barra do Piraí, no Rio; e Porto Velho, em Rondônia.

Geral

Queda da cabeceira de ponte causa transtornos no trânsito, no abastecimento de água e no gás natural em Brusque

Nenhuma pessoa ficou ferida e os ocupantes conseguiram sair dos veículos após o desmoronamento.