keyboard_backspace

Página Inicial

coronavirus

Itajaí tem alta taxa de adesão à segunda dose da vacina contra Covid-19

Até a manhã desta segunda-feira (19), apenas 411 pessoas, que estão no prazo, ainda não haviam feito a segunda dose da vacina – o dado representa 4,05% de faltantes.

X
Divulgação

Mais de 96% das pessoas que precisavam receber a segunda dose da vacina contra Covid-19 já foram imunizadas em Itajaí. O alto índice reflete a boa procura pela vacinação contra doença na cidade. Até a manhã desta segunda-feira (19), apenas 411 pessoas, que estão no prazo, ainda não haviam feito a segunda dose da vacina – o dado representa 4,05% de faltantes.

Uma das estratégias que tem facilitado o acesso à segunda dose é que o Município deixa o imunizante à disposição na sala volante do Centreventos para quem não conseguiu fazer a aplicação nas ações realizadas. O local atende de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 12h. É importante também que os grupos prioritários evitem se deslocar para os locais de vacinação sem a confirmação da Secretaria de Saúde sobre a segunda dose.

“Os idosos, principalmente, devem ficar atentos às datas de segunda dose informadas pela Secretaria de Saúde nos canais oficiais. Na caderneta de vacina, é anotada uma previsão de data para que o morador se programe, porém não quer dizer que será naquele dia exato. É necessário aguardar as orientações do município para cada tipo de vacina”, explica a diretora da Vigilância Epidemiológica, Paola Vieira.

De acordo com orientação do Governo do Estado, por meio de nota técnica, a vacina Coronavac/Sinovac deve ser feita com um intervalo máximo de 28 dias entre as doses. Já a segunda dose da Oxford/AstraZeneca é feita no prazo 90 dias após a primeira aplicação. Até as 18h30 desta segunda, 10.705 pessoas tomaram a primeira e a segunda doses da vacina em Itajaí.

“É muito importante que todos compareçam para fazer a segunda dose da vacina contra Covid-19. Somente o esquema vacinal completo garante maior proteção contra o vírus. Além disso, é essencial seguir com todas as medidas preventivas, como uso de máscara, higiene das mãos com álcool em gel e distanciamento social”, completa Paola.

A Vigilância Epidemiológica esclarece ainda que caso a pessoa contraia Covid-19 deverá aguardar 30 dias após o diagnóstico positivo para fazer a vacina. Também não é possível receber a dose com sintomas gripais. Estes podem ser alguns dos motivos para o atraso de dos moradores na aplicação do imunizante. Em caso de dúvidas, é possível obter orientações pelo telefone 0800 642 5500, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.

Fonte: Clicsc

coronavirus

SC tem três regiões em nível grave e 13 em situação gravíssima, aponta Matriz de Risco do coronavírus

A única região avaliada com risco máximo em todos os quesitos foi a do Alto Vale do Rio do Peixe.

coronavirus

SC ultrapassa 2 milhões de doses aplicadas contra a Covid-19

O Governo de Santa Catarina recebeu nesta sexta (14), nova remessa com mais 35.600 doses da vacina Coronavac.

coronavirus

Governo de SC autoriza retomada de cirurgias eletivas

A liberação exclui os hospitais que estejam com estoques críticos de fármacos anestésicos intravenosos e bloqueadores neuromusculares

coronavirus

Empresas devem afastar gestantes de atividades presenciais na pandemia

Lei sancionada determina afastamento, mas deixa empregadas à disposição para trabalho remoto. Especialista em Direito Empresarial e do Trabalho, Maikon Matoso analisa complicações decorrentes da decisão

Mais notícias

Geral

Prefeito de São Paulo Bruno Covas morre vítima de câncer

Covas já estava licenciado do cargo desde o início de maio, quando houve piora do quadro. Nunes assumiu como prefeito em exercício em 3 de maio.

coronavirus

SC tem três regiões em nível grave e 13 em situação gravíssima, aponta Matriz de Risco do coronavírus

A única região avaliada com risco máximo em todos os quesitos foi a do Alto Vale do Rio do Peixe.