keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Justiça decide que concurso para professor em SC que rejeita candidato de grupo de risco é constitucional

No voto, o relator destaca que o edital previu a participação de candidatos sem comorbidades para suprir a falta de professores aptos a ministrar aulas presencialmente

X
Imagem Ilustrativa

A 1ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, em matéria sob relatoria do desembargador Paulo Henrique Moritz Martins da Silva, negou mandado de segurança coletivo que contestava edital da Secretaria de Estado da Educação para contratação de professores, desde que não integrantes de grupos de risco da Covid-19.

A ação foi proposta pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação na Rede Pública do Estado de Santa Catarina (Sinte-SC). A principal alegação é que o Edital n. 97/221/SED não permite a participação de educadores que integram grupos de risco da Covid-19. A ação do sindicato também argumenta que o Estado pretende eximir-se da responsabilidade de controle da transmissão e contágio da Covid-19, e que houve ofensa aos princípios da legalidade, moralidade e impessoalidade.

No voto, o relator destaca que o edital previu a participação de candidatos sem comorbidades para suprir a falta de professores aptos a ministrar aulas presencialmente. “A restrição imposta no Edital n. 97/2021/SED visa, antes de tudo, proteger a vida dos próprios professores pertencentes ao grupo de risco”, afirma. O desembargador salienta ainda que a limitação à contratação de pessoal não poderia ocorrer em um contexto normal, porém, diante do atual momento, “é possível que soluções diferenciadas sejam tomadas, sem que tal fato acarrete violação aos princípios constitucionais”.

Segundo o voto, diante da necessidade de professores para trabalho presencial e da recomendação de isolamento aos professores integrantes de grupos de risco, a exigência de que os candidatos não pertençam a grupos de risco é legal e constitucional. Por fim, Paulo Henrique contesta a alegação de que o Estado estaria se eximindo da responsabilidade de controle da transmissão e contágio da doença, com a constatação de que foram adotadas medidas restritivas desde o início da pandemia. “Portanto, não houve qualquer ilegalidade nas restrições impostas pelo Edital n. 97/2021/SED, de modo que a ordem deve ser denegada”, conclui

Fonte: Clicsc

Geral

Frio intenso poderá congelar água das torneiras em Santa Catarina

Autoridades estão em estado de alerta por conta da massa de ar polar que chegará a Santa Catarina

Geral

Frio extremo: SC deve registrar -7ºC em 80% do Estado e Defesa Civil debate ações

“Situação muito mais grave do que as previsões estão confirmando”, chefe da Defesa Civil

Geral

Banco é condenado a indenizar empresa vítima de fraude ao pagar dívida por boleto em SC

A decisão foi da 6ª Câmara Civil do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, em matéria sob relatoria do desembargador Stanley da Silva Braga, que condenou o banco ao pagamento de R$ 10.579,80 por danos materiais

Geral

Trânsito na Marginal Oeste é alterado no primeiro túnel de acesso a Meia Praia, em Itapema

A via passará a ter apenas uma pista liberada até a entrada do túnel. A Rua 414 será sentido Marginal - Bairro e a Rua 416 sentido Bairro - Marginal.

Mais notícias

Esportes

Grupo de capoeira realiza evento para a família em Itapema

O evento contou com apresentações de capoeira, um momento de contação de história da manifestação cultural e um piquenique entre os presentes

Política

Presidente da Câmara de Itapema sugere força-tarefa para atender moradores de rua durante onda de frio histórica

A forte queda de temperatura prevista a partir desta terça, dia 28/07, motivou a iniciativa do parlamentar, que pede à Prefeitura urgência na divulgação de orientações sobre como ajudar e também alertas à população