keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Justiça nega liberdade a motorista que dirigia na contramão e deixou motociclista amputado em acidente

O juízo da 5ª Vara Criminal da comarca da Capital transformou a prisão em flagrante em preventiva

X
Imagem Ilustrativa

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) negou o pedido de liberdade de uma mulher que, com sinais de embriaguez e na contramão de direção, conduzia um veículo na avenida Gustavo Richard e atingiu um motociclista na madrugada da última sexta-feira (12), no centro de Florianópolis. Segundo os autos, a vítima teve a perna amputada e corre o risco de perder um braço. O condutor da moto continua hospitalizado. O juízo da 5ª Vara Criminal da comarca da Capital transformou a prisão em flagrante em preventiva.

De acordo com o registro da Polícia Militar, por volta de 1h15min, a motorista dirigia o veículo com a capacidade psicomotora alterada pela ingestão de bebida alcoólica. Por isso, ela ingressou na contramão de direção no sentido Continente e colidiu frontalmente contra a motocicleta nas proximidades do CentroSul. A vítima foi socorrida e levada em estado gravíssimo ao hospital Celso Ramos.

A guarnição da Polícia Militar constatou que a motorista apresentava sinais de embriaguez (olhos vermelhos, vestes desalinhadas e hálito etílico), mas se recusou a fazer o teste de etilômetro. Diante da situação, os militares lavraram o auto de constatação de sinais de alteração da capacidade psicomotora.

Inconformada com a decisão do juízo de 1º grau, a Defensoria Pública do Estado impetrou um habeas corpus. Defendeu a ilegalidade da manutenção da prisão preventiva, ao sustentar que a decisão carece de fundamentação idônea ao embasar o decreto na gravidade abstrata do delito e ferir os princípios da presunção de inocência, da motivação das decisões, do devido processo legal e da individualização da pena, com imposição de punição antecipada. Argumentou ainda que a prisão é desproporcional a eventual resultado condenatório, pois a motorista é primária e tem residência fixa, com a possibilidade de substituir condenação restritiva de liberdade por medidas cautelares alternativas.

O pedido de liminar foi indeferido pelo desembargador José Agenor de Aragão, que estava de plantão no último sábado (13). “Durante a abordagem, a conduzida afirmou que havia ingerido bebida alcoólica e que não tinha medo da polícia. Conforme visto, a prisão em flagrante se revestiu das formalidades legais necessárias, não demonstrando, prima facie, ilegalidade ou nulidade capaz de justificar a concessão de liminar”, anotou o desembargador em sua decisão. O habeas corpus ainda será analisado pelo colegiado da 3ª Câmara Criminal do TJSC 

Fonte: Clicsc

Segurança

Polícia investiga assassinatos causados por possível Serial Killer em Cutiriba

Por conta das semelhanças entres os assassinatos, a Polícia Civil trabalha com a hipótese de crime de ódio cometido pela mesma pessoa

Segurança

Jovem responsável por ataque em creche de Saudades recebe alta do hospital

O jovem estava internado desde o dia do ataque, quando depois de matar três crianças e duas trabalhadoras da creche, tentou suicídio.

Segurança

URGENTE: Carro invade loja em Balneário Camboriú e motorista é preso pela PM

No vídeo é possível ver a Polícia Militar abordando ele na sequência enquanto o carro estava dentro da loja

Segurança

Grávida de seis meses que foi encontrada morta em casa pelo pai é identificada

Marido da jovem não foi encontrado na residência; caso é investigado pela polícia

Segurança

Identificada mulher que foi morta com golpes de faca no dia do aniversário em SC

Quando os policiais entraram, viram duas crianças dormindo na casa

Mais notícias

Segurança

Polícia investiga assassinatos causados por possível Serial Killer em Cutiriba

Por conta das semelhanças entres os assassinatos, a Polícia Civil trabalha com a hipótese de crime de ódio cometido pela mesma pessoa

Geral

Homem é preso depois de atirar de janela de hotel para a rua em Balneário Camboriú

A arma era um revólver Cal. 32 contendo quatro munições intactas e duas deflagradas