keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

La Niña deixa verão mais ameno e antecipa chegada do frio em SC

O La Niña é um fenômeno global que causa resfriamento das águas do Pacífico e gera uma série de mudanças nos padrões de chuva e de temperatura em todo o planeta.

X
Foto: Ricardo Wolffenbuttel / Arquivo / Secom

Dia 19 de março é o último dia do verão no hemisfério Sul, que neste ano foi um pouco mais frio que o normal devido à influência do La Niña, inclusive com registros de geada nas regiões mais altas do Planalto Sul catarinense. O fenômeno ainda persiste no outono e será o responsável pela chegada antecipada do frio. Segundo a meteorologista da Epagri/Ciram Gilsânia Cruz, a previsão é de temperatura abaixo da média nos meses de abril e maio.

O La Niña é um fenômeno global que causa resfriamento das águas do Pacífico e gera uma série de mudanças nos padrões de chuva e de temperatura em todo o planeta. Gilsânia explica que neste verão ele favoreceu a chegada de massas de ar frio com intensidade moderada e chuva mais frequente no início da estação em Santa Catarina, fatores que refletiram em temperatura mais baixa durante o dia. O verão também foi marcado por chuva acima da média, muitos temporais e até alagamentos e deslizamentos, principalmente na Grande Florianópolis e no Litoral Norte.

Previsão para outono de 2021

De acordo com a meteorologista da Epagri/Ciram Laura Rodrigues, no outono de 2021 está prevista a chegada de massas de ar frio mais intensas em Santa Catarina em abril e maio, com formação de geada ampla em diferentes regiões do estado, resultando em temperatura abaixo da média. “Em relação à chuva, a previsão é de totais próximos a abaixo da média climatológica”, diz ela. A estação ainda registra a atuação da La Niña, mas o fenômeno vai perdendo força nos próximos meses.

Laura explica que no outono são comuns os chamados veranicos, períodos prolongados de temperatura mais elevada (acima de 30°C), grande amplitude térmica diária (diferença de temperatura mínima e máxima) e nevoeiros associados à nebulosidade baixa, com redução de visibilidade. “Outra característica marcante na estação é a sensível diminuição do volume de chuva, sobretudo nos meses de abril a junho”, diz ela.

Mesmo assim, a meteorologista ressalta que no outono também podem ocorrer chuvas fortes e volumosas em em curto intervalo de tempo, temporais com raios, granizo e ventania, ondas de frio e períodos de estiagem. “Por isso é importante acompanhar a atualização dos avisos meteorológicos diários da Epagri/Ciram”, reforça.

Fonte: Clicsc

Geral

Mais de 80 mil pessoas foram vacinadas contra a gripe em uma semana em SC

A maior parte das doses aplicadas foi no grupo das crianças com idade entre 6 meses e menos de 6 anos (64 mil).

Geral

Santa Catarina vacina mais de 80 mil pessoas contra gripe em uma semana

Santa Catarina aplicou mais de 80 mil doses nos grupos prioritários

Geral

Unimed Litoral está contratando; veja as oportunidades de emprego

Unimed Litoral foi classificada entre as 100 empresas incríveis para trabalhar no Brasil

Geral

Caminhoneiro que arrastou moto e matou mulher na BR-101 tem a prisão preventiva mantida pela justiça

O caso ficou conhecido nacionalmente depois que as cenas do caminhão arrastando a moto com o piloto pendurado na porta do motorista, por mais de 20km

Geral

VÍDEO: Aluno da UFSC poderá ser expulso por sexo explícito durante aula online

Apenas um dos alunos compartilhava a câmera enquanto a professora iniciava a disciplina. As imagens registravam justamente dois jovens – um homem e uma mulher – praticando sexo explícito.

Mais notícias

Geral

Mais de 80 mil pessoas foram vacinadas contra a gripe em uma semana em SC

A maior parte das doses aplicadas foi no grupo das crianças com idade entre 6 meses e menos de 6 anos (64 mil).

Segurança

Jovem que morreu após acidente entre moto e carro em Itapema é identificado

Vítima tem 25 anos e morreu após bater a moto na traseira de veículo em Itapema