keyboard_backspace

Página Inicial

coronavirus

Lei que isenta impostos sobre compra de vacinas contra Covid-19 é sancionada em SC

As vacinas têm alíquota de 17%, e com a lei a taxa fica zerada.

X
Fotos: Ricardo Wolffenbüttel / Secom

A governadora Daniela Reinehr sancionou na tarde desta terça-feira (13), uma lei que isenta do pagamento de ICMS as importações de vacinas e insumos para a fabricação de imunizantes contra a Covid-19 em Santa Catarina. A assinatura ocorreu ao lado do deputado estadual Milton Hobus, proponente da legislação. Com a sanção, Santa Catarina se torna o primeiro Estado da federação a zerar os impostos para compras do tipo.

Segundo a chefe do Executivo estadual, a legislação tem por objetivo auxiliar municípios e o próprio Governo do Estado quando houver a possibilidade de compra dos imunizantes. Há cerca de um mês, o presidente Jair Bolsonaro sancionou lei que permite a compra por estados e prefeituras.

“No momento, as vacinas estão sendo garantidas pelo Governo Federal, porém essa lei assegura isenção quando ocorrer a compra pelo Governo do Estado ou pelos municípios. Trabalhamos em parceria com a Assembleia Legislativa para que não haja qualquer tipo de impeditivo para a chegada de mais vacinas. A priorização da vida é essencial e essa iniciativa vai nessa direção”, aponta a governadora.

O deputado Milton Hobus conta que o Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) aprovou recentemente medida autorizando a isenção para vacinas e insumos, porém cada Estado precisava aprovar a sua própria legislação. As vacinas têm alíquota de 17%, e com a lei a taxa fica zerada. “Santa Catarina toma a frente nesse processo. Essa é uma medida pensando no médio e no longo prazo. Não faz sentido cobrar imposto sobre algo que salva vidas. O principal beneficiário dessa lei será a própria população”, conta o parlamentar.

Também foi sancionada pela governadora Daniela Reinehr a lei que permite remarcar ou cancelar pacotes de eventos que seriam realizados durante a pandemia em Santa Catarina. A lei nº 18.099 é de autoria do deputado estadual Coronel Mocellin, que acompanhou a assinatura.

A lei pode abranger pessoas que marcaram casamento, seminários e outros eventos que foram inviabilizados pela pandemia. A medida proíbe a cobrança de qualquer taxa ou multa pelo adiamento do evento, cuja data de realização ficará a critério do contratante, desde que não ultrapasse 18 meses após o término do decreto de calamidade pública relativo à pandemia de Covid.

Fonte: Clicsc

coronavirus

Pessoas com comorbidades podem se cadastrar para vacinação contra a COVID-19 na Secretaria de Saúde de Itapema

Para preencher, basta entrar no site da Prefeitura de Itapema (www.itapema.sc.gov.br e clicar no banner “Pré-cadastro para a vacinação contra a COVID-19”.

coronavirus

Beyoncé presta tributo ao humorista Paulo Gustavo

A mensagem na página diz: "Paulo Gustavo, descanse em paz" ao lado de uma foto do humorista

coronavirus

Estado de SC confirma 896.446 casos, 864.381 recuperados e 13.791 mortes por coronavírus

As maiores altas foram registradas em Joinville, com 191 casos, Criciúma, com 151 e Jaraguá do Sul, com 137.

coronavirus

Oito leões testam positivo para Covid-19 em zoológico

A Índia ultrapassou a marca de 200 milhões de casos positivos e tem mais de 220 mil mortes pela doença.

coronavirus

Vereadores de Itapema querem multar quem não voltar para receber segunda dose da vacina

O projeto visa inibir o desperdício das vacinas causadas pela falta de comparecimento aos agendamentos

Mais notícias

Política

Paulinho é recebido pelo líder do governo Bolsonaro na Câmara e apresenta novos projetos de mobilidade e turismo para Bombinhas

Uma das regiões beneficiadas é a do Mariscal, uma das praias mais procuradas pelos banhistas que todos os anos visitam a cidade

Segurança

Mãe espanca filha de 7 anos e deixa criança sem comida por dias; caso é investigado

Como forma de castigo menina era deixada de joelhos na cozinha durante toda a madrugada sem poder dormir