keyboard_backspace

Página Inicial

mundo

Líder religioso é preso e polícia encontra onze corpos em sua casa

Agentes policiais encontraram cinco caixões fora do acampamento, todos perfurados para permitir que o fluido linfático fluísse

X
Reprodução

Um líder de uma seita religiosa foi preso na Tailândia após a polícia descobrir 11 cadáveres em sua casa. Tawee Nalan, de 74 anos, se dizia o “Pai de todas as religiões”. Dentre as atividades, ele forçava seus seguidores a beber urina e comer seus excrementos, além de impedir que saíssem da propriedade onde realiza os cultos.

Quando a polícia invadiu sua casa, na província de Chaiyaphum, eles descobriram os cadáveres de devotos, incluindo o de um bebê, contou o “Metro”.

Agentes policiais encontraram cinco caixões fora do acampamento, todos perfurados para permitir que o fluido linfático fluísse.

Os devotos de Tawee disseram que os cadáveres foram levados para lá para participarem de rituais, por meio dos quais eles seriam enviados ao céu. Os corpos foram injetados com um produto químico forte para impedir que apodrecessem.

Fonte: Clicsc

mundo

Baleia pula em cima de barco de turistas; veja o vídeo aqui

Imagens do momento de tensão foram registradas por tripulantes de outra embarcação

mundo

Dados apontam que queda de avião na China foi intencional

A aeronave se chocou contra uma montanha em março deste ano

mundo

Gerente de lanchonete é preso por urinar em milkshakes de clientes

Além disso, o homem está sendo investigado por pornografia infantil

mundo

Fenômeno Aphelion: Entenda a situação afasta a Terra do Sol prevista para julho de 2022

Fontes especializadas garantem que não estão previstos efeitos significativos no clima ou saúde no Planeta

mundo

Elon Musk suspende acordo para compra do Twitter

Medida fez com que ações do Twitter desabassem

Mais notícias

Segurança

Filho do ex-presidente Lula é assaltado no trânsito

Dois aparelhos telefônicos e R$ 250 reais foram levados durante a investida

Segurança

Casal é preso tentando esconde mais de 200kg de maconha em Concórdia

O casal recebeu voz de prisão e os dois foram conduzidos até a Delegacia de Polícia Civil de Concórdia