keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Mães amarram filhos em cadeira de praia com corda de varal para irem passear

Elas foram detidas em flagrante após banhistas acionarem a PM

X

Um caso gerou repercussão no Brasil foi a prisão de duas mulheres em flagrante após elas amarrarem os filhos em cadeiras de praia para passear pelo litoral. Esse fato foi registrado na cidade de Cidreira, a 100 km de Porto Alegre, em janeiro, mas ainda é compartilhado em grupos de mães e páginas sobre maternidade. 

As crianças, um menino de 8 e uma menina de 7 anos, chegaram a ficar amarradas debaixo do sol quente por mais de uma hora, segundo testemunhas. De acordo com relatos de pessoas que estavam no local, as crianças estavam cobertas por toalhas, e a menina chorava bastante.

Os banhistas que encontraram as crianças, sem notar nenhum responsável por perto, acionaram a polícia. Os policiais aguardaram no local por algum responsável, e a primeira a chegar foi a mãe do menino. Ela confessou que amarrou o filho na cadeira de praia para poder tomar um banho de mar.

Em seguida, chegou a mãe da menina, que disse ter ido fazer compras no centro da cidade. As mulheres foram presas em flagrante e as crianças entregues ao Conselho Tutelar. Segundo o tenente da Brigada Militar, Jackson Silveira, o menino estava amarrado na cadeira pela região da cintura, e a menina pelos pulsos. Eles estavam presos com cordas semelhantes às utilizadas em varais.