keyboard_backspace

Página Inicial

Saúde

Ministério da Saúde confirma sétimo caso de varíola dos macacos no país

Paciente é um homem de 34 anos, com histórico de viagem para a Europa

X

O Ministério da Saúde informou que o sétimo caso de varíola dos macacos (monkeypox) foi notificado no país. De acordo com a pasta, o mais recente foi confirmado nesta sexta-feira (17) no Rio Grande do Sul.

O paciente é um homem de 34 anos, com histórico de viagem para a Europa. Segundo a pasta, o paciente está em isolamento domiciliar e apresenta estado clínico estável, sem complicações. Ele é monitorado pelas secretarias de Saúde municipal e estadual.

Dos sete casos confirmados, quatro estão em São Paulo, dois no Rio Grande do Sul e um no Rio de Janeiro. Nove casos suspeitos são investigados.

A varíola dos macacos é uma doença causada por vírus e transmitida pelo contato próximo ou íntimo com uma pessoa infectada e com lesões de pele. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, o contato pode se dar por meio de um abraço, beijo, massagens, relações sexuais ou secreções respiratórias. A transmissão também ocorre por contato com objetos, tecidos (roupas, roupas de cama ou toalhas) e superfícies que foram utilizadas pelo doente.

Não há tratamento específico, mas, de forma geral, os quadros clínicos são leves e requerem cuidado e observação das lesões. O maior risco de agravamento acontece, em geral, para pessoas imunossuprimidas com HIV/aids, leucemia, linfoma, metástase, transplantados, pessoas com doenças autoimunes, gestantes, lactantes e crianças com menos de 8 anos de idade.

Fonte: Clicsc

Saúde

Cuidados contra doenças respiratórias no inverno são reforçados pelo município de Itajaí

Unidades de saúde devem ser procuradas em casos leves, já as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) atendem casos moderados e graves

Saúde

SC tem seis casos suspeitos de hepatite infantil misteriosa

A Dive/SC não deu detalhes sobre o sexo, a idade e a cidade dos casos suspeitos

Saúde

Secretaria de Saúde de BC estende horário de vacinação no posto Central

É necessário apresentar documento com foto e carteira de vacinação, para que o profissional de saúde verifique quais vacinas devem ser aplicadas

Saúde

Horário de vacinação no Posto Central é estendido pela Secretaria de Saúde de BC

Contra a gripe, estão aptos a imunização a população em geral, exceto bebês até seis meses de idade

Saúde

SC é o 2º Estado do Brasil com mais morte de dengue

Foram contabilizados 585 mortes desde janeiro até o dia 20 de junho

Mais notícias

Segurança

Carro de luxo furtado no Paraná é encontrado pela polícia em loja de autopeças de Penha

Policiais civis tinham denúncia recebida há 30 dias de que o suspeito faria a receptação de veículos de luxo furtados

Segurança

PF apreende R$ 60 mil em produtos proibidos em tabacarias de SC

Os agentes cumpriram mandados em Blumenau, Gaspar e Rio do Sul