keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Ministério dos Direitos Humanos lamenta mortes na operação em Jacarezinho

É urgente a necessidade de combate ao crime organizado, ao tráfico de drogas e às demais atividades marginais que ocorrem na cidade

X
Divulgação/Agência Brasil

Cerca de 25 pessoas morreram durante um intenso tiroteio na manhã desta quinta-feira (06), durante uma operação da Polícia Civil contra o tráfico de drogas na comunidade do Jacarezinho na Zona Norte do Rio de Janeiro. Segundo o Grupo de Estudos dos Novos Ilegalismos (Geni) da Universidade Federal Fluminense (UFF) e a plataforma Fogo Cruzado, trata-se da operação policial mais letal da história do Rio.

O policial civil André Farias foi baleado na cabeça e morreu, segundo a polícia. A corporação afirma ainda que 24 suspeitos foram mortos, mas não esclareceu quem são a maioria das vítimas e a situação em que foram atingidas. Em coletiva à tarde, o delegado Rodrigo Oliveira, da Core, disse que dois dos mortos foram alvejados quando atacaram policiais que faziam a perícia no local de outras mortes.

Pelas redes sociais, moradores relataram mais mortes que as computadas, além de corpos no chão, invasão de casas e celulares confiscados. À tarde, eles chegaram a fazer um protesto na comunidade. Dois passageiros do metrô foram baleados dentro de um vagão da linha 2, na altura da estação Triagem, e sobreviveram. Um morador foi atingido no pé, dentro de casa, e passa bem. Dois policiais civis também se feriram.

Leia a nota completa Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos

“O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos lamenta as mortes ocorridas em operação policial na comunidade do Jacarezinho, no Rio de Janeiro (RJ), nesta quinta-feira (6).

É urgente a necessidade de combate ao crime organizado, ao tráfico de drogas e às demais atividades marginais que ocorrem na cidade.

Entendemos, também, que essas devem ocorrer de forma a proteger a vida de todos, especialmente dos moradores que, também, são vítimas e reféns de atividades criminosas”.

Fonte: Clicsc

Segurança

Rambo catarinense: Policial de SC com treinamento de selva pede licença para caçar Lázaro Barbosa

Nesta segunda-feira (21), Igor enviou um ofício para a administração da Colônia Penal Agrícola da cidade, onde pediu uma licença prêmio de 15 dias

Segurança

Mulher é presa em Porto Belo suspeita de maltratar cachorros

Os animais foram recolhidos e após estarem aptos e castrados serão doados.

Segurança

Polícia apreende quase R$2 milhões em cocaína com ajuda de cão farejador

O motorista, de 48 anos, disse que buscou a droga em Campo Grande/MS e a levaria até Santa Maria/RS

Segurança

Homem é preso com pedras preciosas, drogas e arma no litoral de SC

Ao delegado Eduardo Ferraz, o homem disse que apresentará a documentação das pedras.

Segurança

Entrevista com a esposa de Lázaro: ‘Ele era marido bom e não irá se entregar; veja

Jornalista Roberto Cabrini conversou com a esposa do Lázaro Barbosa no Domingo Espetacular

Mais notícias

Segurança

Rambo catarinense: Policial de SC com treinamento de selva pede licença para caçar Lázaro Barbosa

Nesta segunda-feira (21), Igor enviou um ofício para a administração da Colônia Penal Agrícola da cidade, onde pediu uma licença prêmio de 15 dias

Mercado Imobiliário

Molhes do Balneário Perequê transformarão região em novo cartão postal de Porto Belo

O investimento é de R$ 13 milhões, custeados pelas incorporadoras da cidade, no sistema de substituição de outorga onerosa.