keyboard_backspace

Página Inicial

Brasil

Morte de adolescente em SP não tem relação com vacina, diz Anvisa

O óbito foi atribuído pela pasta a uma doença autoimune chamada púrpura trombótica trombocitopênica (PTT)

X
Marcelo Camargo / Agência Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou nesta segunda-feira (20) que recebeu informações “consistentes e bem documentadas” do Centro de Vigilância Epidemiológica de São Paulo que comprovam que não há relação entre a morte de uma adolescente e a vacina contra a Covid-19 recebida por ela. O caso foi usado pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, na semana passada para atacar os estados que haviam iniciado a imunização deste público. 

Segundo a Secretaria de Saúde de São Paulo, a jovem morreu sete dias após ter recebido uma dose da Pfizer, que está autorizada pela Anvisa para aplicação em adolescentes de 12 a 17 anos. O óbito foi atribuído pela pasta a uma doença autoimune chamada púrpura trombótica trombocitopênica (PTT).

“O relatório de investigação elaborado pelo Centro de Vigilância Epidemiológica de São Paulo foi recebido pela Agência na noite deste domingo, 19 de setembro, contendo detalhes de todo o processo de avaliação que concluiu não ser possível atribuir diretamente o óbito à vacinação”, informou a Anvisa em nota.

A agência notificará a Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre as investigações para avaliação quanto a qualquer possível sinal de segurança. Por fim, a Anvisa afirmou manter sua posição acerca dos benefícios das vacinas e de sua importância no combate à pandemia.

“O relatório de investigação elaborado pelo Centro de Vigilância Epidemiológica de São Paulo foi recebido pela agência na noite deste domingo, 19 de setembro, contendo detalhes de todo o processo de avaliação que concluiu não ser possível atribuir diretamente o óbito à vacinação”, informou a Anvisa em nota.

O caso virou polêmica após a fala do ministro. Além do óbito, Queiroga também falou sobre adolescentes que receberam vacinas não autorizadas e acusou estados e municípios. As manifestações repercutiram de maneira negativa em Santa Catarina.  

Fonte: Rede Catarinense de Notícias

Brasil

Veja como se inscrever no Cadastro Único para receber o Auxílio Brasil

Na semana passada o governo anunciou que pretende substituir o programa Bolsa Família pelo Auxílio Brasil, que promete pagar até R$ 400 a famílias em situação de pobreza e extrema pobreza. Segundo anúncio do Ministro […]

Brasil

Alerta para temporais, queda de granizo e ventos de até 100km/h em Santa Catarina

No mapa de risco, aparecem quatro Estados Brasileiros: Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná e Mato Grosso do Sul

Brasil

Hang faz piada com Renan Calheiros após ser indiciado na CPI da Covid-19

O empresário catarinense entra no relatório final da CPI e poderá responder por disseminação de notícias falsas sobre a pandemia da Covid-19 e incitação ao crime

Brasil

Milhares de celulares ficarão impedidos de usar o WhatsApp em novembro

A mudança foi anunciada com antecedência para que os usuários busquem uma adaptação

Brasil

Bolsonaro deve lançar nesta terça-feira o Auxílio Brasil, o novo Bolsa Família

Com isso, cerca de 17 milhões de brasileiros vão receber um benefício médio de R$ 400 reais

Mais notícias

Brasil

Veja como se inscrever no Cadastro Único para receber o Auxílio Brasil

Na semana passada o governo anunciou que pretende substituir o programa Bolsa Família pelo Auxílio Brasil, que promete pagar até R$ 400 a famílias em situação de pobreza e extrema pobreza. Segundo anúncio do Ministro […]