keyboard_backspace

Página Inicial

Coluna Pelo Estado

MP que altera legislação do ICMS avança na Alesc

Leia os bastidores da política de Santa Catarina na Coluna Pelo Estado desta quarta-feira (01)

X
Divulgação

c

No texto, fica estabelecida uma alteração na alíquota do ICMS cobrado nas operações realizadas pela internet com empresas de fora do estado. A MP também reconstitui autorização legal para suplementar, de 4% para 12%, o índice do ICMS relacionado às operações de importação realizadas por empresas optantes pelo Regime do Simples Nacional.

Por meio da MP, também fica regulamentado em Santa Catarina o convênio 179/2021 do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), que permite a isenção do ICMS incidente na energia elétrica para os hospitais filantrópicos e no crédito presumido ao fornecedor de energia elétrica em montante equivalente ao valor total da conta de energia elétrica não paga até dezembro de 2020. A aprovação da matéria seguiu o voto do relator, deputado Luiz Fernando Vampiro (MDB), que defendeu a adequação financeira e orçamentária da proposta, bem como seu interesse público.


Em sua argumentação, ele afirmou que a alteração na alíquota do ICMS nas operações interestaduais evitará uma perda na arrecadação pública estimada em R$ 45 milhões ao mês e R$ 540 milhões ao ano, contribuindo, assim, para a manutenção do equilíbrio orçamentário e financeiro do Estado e para a melhoria da administração fiscal. Já as demais medidas contidas no texto, apesar de acarretarem renúncia de receita pública, já estão previstas na programação do governo do Estado, conforme disse. A estimativa é de perdas de R$ 6,5 milhões ao ano no que se refere à energia elétrica para os hospitais, e de outros R$ 60 milhões relativos à concessão do crédito presumido aos fornecedores do insumo.


“Nesse contexto, julgo que a matéria, ao promover a adequação da legislação tributária concorre para a manutenção do equilíbrio orçamentário e financeiro, e ao internalizar o convênio ICMS 179, de 2021, cumpre as exigências da Lei de Responsabilidade Fiscal concernentes ao seu artigo 14, porquanto a decorrente renúncia de receita está afiançada pela Secretaria de Estado da Fazenda”, disse. Agora sob a forma de Projeto de Conversão em Lei, a MP 250/2022 segue para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) para a análise da emenda incorporada ao texto.

Vacinação contra Covid

A Secretaria de Saúde de Santa Catarina (SES), seguindo orientação do Ministério da Saúde (MS), passa a recomendar a partir desta segunda-feira, 30, a aplicação da dose de reforço (DR) para adolescentes de 12 a 17 anos. A orientação do Ministério da Saúde (MS) está disponível na Nota Técnica nº35/2022. A dose de reforço deve ser aplicada quatro meses após a segunda dose, preferencialmente com a vacina da Pfizer, independentemente da dose aplicada anteriormente. Se houver indisponibilidade da vacina, a Coronavac pode ser usada.

LHS


A trajetória do ex-governador Luiz Henrique da Silveira tornou-se um filme documentário e a sua pré-estreia ocorre nessa quarta-feira, 01, às 11h, no CineShow do BeiraMar Shopping, em Florianópolis. O documentário, produzido pela Ocotea Filmes e dirigido por Anderson Dresch e Fábio Cabral, conta a história emocionante e vitoriosa de um dos maiores ícones de Santa Catarina. Foram convidados para a pré-estreia os deputados federais e estaduais do partido, prefeitos, vice-prefeitos, coordenadores regionais, presidentes municipais e os familiares e amigos próximos de LHS.

Água contaminada (1)

A contaminação por agrotóxicos da água ofertada para o consumo da população nas cidades catarinenses foi tema de audiência pública da Comissão de Turismo e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa, realizada na noite desta segunda-feira (30). O debate reuniu, no plenarinho do Parlamento, entidades que atuam no controle do uso de agrotóxicos em Santa Catarina, representantes do governo estadual, do Ministério Público e da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Água contaminada (2)

O Coordenador do Centro de Apoio Operacional do Consumidor (CCO) do MPSC, promotor de Justiça Eduardo Paladino, adiantou que a partir do segundo semestre deste ano, o órgão vai monitorar o abastecimento de água de todos os 295 municípios catarinenses. O principal desafio atualmente, segundo ele, é trabalhar uma regulamentação própria para Santa Catarina mais rígida do que é praticado hoje. “Não tenho dúvidas de que precisamos avançar muito para criar uma regulamentação que evite um impacto maior dos agrotóxicos”, defendeu Paladino.

Xanxerê

A deputada Paulinha se despede do Oeste catarinense, com uma boa notícia para a saúde. Em visita ao Hospital Regional São Paulo, em Xanxerê, durante o roteiro de cinco dias de viagem a região, a parlamentar viabilizou uma emenda de R$ 100 mil para custeio da unidade, que assiste mais de um milhão de pessoas do Oeste de Santa Catarina e é referência em cardiologia. “ E por isso tem uma importância enorme no salvamento de vidas e no tratamento dessas pessoas que vivem na região da AMAI”.

Fonte: Clicsc

Coluna Pelo Estado

Confiança do industrial catarinense bate recorde em 2022

Leia os baistidores da política de Santa Catarina na Coluna Pelo Estado de hoje

Coluna Pelo Estado

Saúde intensifica ações para acelerar cirurgias eletivas

Leia os bastidores da política de Santa Catarina na Coluna Pelo Estado desta terça-feira (21)

Coluna Pelo Estado

Serviços do Governo do Estado poderão ser digitalizados

Leia os bastidores da política de Santa Catarina na Coluna Pelo Estado de hoje

Mais notícias

Segurança

Polícia Militar de Santa Catarina recebe 140 novas viaturas

Os veículos SUV, modelo Chevrolet Tracker, serão distribuídos a 91 municípios catarinenses

Tempo

Tornado de mais de 100km/h atinge cidade catarinense

Segundo informações, os prejuízos atingem R$10 milhões. Ao menos 50 edificações em áreas rurais foram destruídas com os ventos