keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

MPSC apura condições do atendimento pediátrico na atenção básica de saúde de Florianópolis

Um inquérito civil foi aberto pela 10ª Promotoria de Justiça da Comarca da Capital

X
Foto: Divulgação MPSC
Siga-nos no google-news

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) instaurou inquérito civil para apurar suposta deficiência nos atendimentos pediátricos realizados pela Atenção Básica de Saúde no Município de Florianópolis, sobrecarregando o Estado de Santa Catarina com encaminhamentos para estabelecimentos responsáveis por atender as demandas de média e alta complexidade.  

O inquérito foi aberto pela 10ª Promotoria de Justiça da Comarca da Capital, uma vez que a realização do atendimento ideal nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Unidades de Pronto Atendimento (UPA) do Município de Florianópolis poderia contribuir para a diminuição do fluxo de atendimentos junto ao Hospital Infantil Joana de Gusmão.  

A suposta deficiência foi relatada ao titular da 10ª Promotoria de Justiça e ao Coordenador do Centro de Apoio Operacional dos Diretos Humanos (CDH) do MPSC, Promotor de Justiça Douglas Roberto Martins, em visita realizada ao hospital na quarta-feira (13/7).  

Na ocasião, a direção do hospital informou que o volume de atendimento na emergência não difere muito do de 2019, antes da pandemia. Porém, há uma complexidade maior dos casos, exigindo mais internações em UTI – podendo esta complexidade estar sendo ampliada pelo atendimento deficiente na Atenção Básica dos municípios da grande Florianópolis.  

Diante disso, ao instaurar o inquérito civil, o Promotor expediu ofício ao Secretário da Saúde de Florianópolis, questionando as condições dos atendimentos pediátricos realizados nas UBS e nas UPA no Município, esclarecendo sobre a quantidade de médicos pediatras e escala de serviço; o número de atendimentos realizados na rede de atenção primária que são encaminhados ao Hospital Infantil Joana de Gusmão; e se há, por parte do Município, ações em curso visando ampliar a rede de atendimento pediátrico, apresentando, se houver, esclarecimentos a respeito.  

O prazo para resposta ao ofício é de 48h, a contar do recebimento pelo destinatário. 

Fonte: Clicsc

Geral

Santa Catarina vive “rescaldo” do ciclone extratropical

Santa Catarina vive o “rescaldo” do ciclone extratropical que adentrou no estado na tarde desta terça-feira (9), deixando 83 desalojados e 281 desabrigados, segundo números atualizados da Defesa Civil do estado. O clima, no entanto, […]

Geral

Em pousada de Santa Catarina, agosto é o Mês do Cachorro Solto

Agosto tem fama de ser o mês do cachorro louco – por isso, é uma época em que ocorrem campanhas de conscientização contra a raiva canina. Mas na Pousada Pedras Rollantes, que fica em Alfredo […]

Geral

Clube flutuante destruído pelo ciclone em BC faz vaquinha para arrecadar R$300 mil

A meta da vaquinha é arrecadara R$300 mil e até às 10h desta quinta-feira (11) já havia arrecadado R$15.550,00

Geral

Defesa Civil de Itajaí está em estado de atenção e auxilia a comunidade

Órgão atendeu mais de 100 ocorrências, mas até o momento não há registro de alagamentos, deslizamentos e desabrigados

Geral

Santa Catarina segue com mais de 40 mil residências sem energia elétrica

Às 9h desta quinta-feira (11), 42.619 unidades consumidoras continuavam sem energia, segundo informação das Centrais Elétricas de Santa Catarina, a Celesc

Mais notícias

Turismo

Roteiro de viagem em São José: o que fazer?

Quer fazer um roteiro de viagem em São José? Iremos te mostrar os lugares que você não pode deixar de visitar na sua estadia!