keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Mulher de homem executado em Tijucas foi assassinada em 2020

A manicure de 27 anos foi morta dentro de casa depois que chegou no trabalho

X
Arquivo Pessoal

A companheira do homem morto a tiros na cidade de Tijucas na madrugada desta quarta-feira (04) foi morta em 2020 na mesma cidade.

Em novembro de 2020, a manicure de 27 anos foi morta dentro de casa depois que chegou no trabalho. Talita Martins Padilha foi atingida no pescoço por cerca de três disparos. Na época, seu marido que foi morto nesta quarta-feira (04), estava preso acusado de matar outro homem também naquele ano.

Hamilton permaneceu preso desde então e só saiu da cadeia muito recentemente, depois de ser absolvido da acusação de homicídio.

Fonte: Jornal Razão

Fonte: Clicsc

Segurança

Mulher foragida é presa em operação contra o tráfico de drogas em Indaial

O objetivo da investigação é coibir o fornecimento de drogas para as regiões de Ascurra, Apiúna e Rodeio

Segurança

SC: Acusado de matar ex-companheira e jogar corpo em lago fica calado na primeira audiência

De acordo com a denúncia, a vítima pretendia terminar o relacionamento na noite de 2 de dezembro do ano passado

Segurança

Idoso morre esmagado por trator no Oeste catarinense

Quando o Corpo de Bombeiros chegou no local da ocorrência, encontraram o homem embaixo do veículo

Segurança

Detento é morto por colega de cela na penitenciária de Blumenau

O corpo foi recolhido pela Polícia Científica para perícia cadavérica

Segurança

Ciclone Yakecan já provocou duas mortes no RS e Uruguai

O corpo de Ademar Silveira da Silva foi encontrado na manhã desta terça-feira (17)

Mais notícias

Geral

Tempestade Yakecan: ventos já passaram de 75km/h e Defesa Civil monitora fenômeno

De acordo com a Defesa Civil, até a noite de quarta-feira, 18, o sistema pode se intensificar e ganhar características de Tempestade Tropical, trazendo ventos sustentados, que são contínuos, de 75 km/h.

Economia

Negócios: Estado é apresentado para 30 países no SC Day

Evento foi realizado na Embaixada de Portugal, em Brasília