keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Mulher morta após dar carona em Piçarras ainda não foi encontrada

Não há pistas sobre o paradeiro da vítima mesmo depois de um mês do desaparecimento

X
Divulgação

A Polícia Civil ainda não localizou o corpo de Débora Custódio Arruda, de 56 anos, que foi morta após dar carona para um homem na saída de um supermercado na cidade de Balneário Piçarras. O carro dela foi encontrado no Paraná, dias depois da carona.

Segundo informações da Polícia Civil, não há pistas sobre o paradeiro da vítima mesmo depois de um mês do desaparecimento.

Segundo um homem que se apresentou à polícia no Paraná junto com um pastor, a mulher foi morta asfixiada. Depois, outros dois suspeitos, presos no dia 23 de maio, teriam entrado no carro. Os três foram até Joinville onde o corpo teria sido deixado às margens da BR-101. Mesmo com a localização, até agora, o corpo não foi encontrado pela polícia.

Fonte: Clicsc

Segurança

Homem descumpre medida protetiva contra ex-mulher e acaba preso em Gaspar

Ela possuía medida protetiva de afastamento e proibição de manter contato desde o ano passado

Segurança

Polícia apreende 400 mil maços de cigarros contrabandeados em Chapecó

O veículo, a mercadoria e o condutor foram entregues na Polícia Federal

Segurança

Menino de 13 anos morre após ser brutalmente espancado na saída de escola

Garoto tinha problemas de saúde, sofria convulsões e teria passado mal após a briga

Segurança

Começa nova etapa da remoção de veículos apreendidos em São José

Os trabalhos são realizados na Central de Plantão Policial (CPP/PCSC) de São José

Segurança

Justiça condena motorista de aplicativo que violentou estudante em Florianópolis

No trajeto motorista se aproveitou do da vítima que estava embriagada para tocar suas partes íntimas

Mais notícias

Geral

Âncora da CNN comete gafe e fala palavrão ao vivo; Veja o vídeo

Internautas não perdoaram e vídeo viralizou na web

Segurança

Homem descumpre medida protetiva contra ex-mulher e acaba preso em Gaspar

Ela possuía medida protetiva de afastamento e proibição de manter contato desde o ano passado