keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Noiva é presa por misturar maconha na comida do casamento e drogar convidados

Por conta dos efeitos colaterais, os convidados acabaram indo para o hospital, onde descobriram que estavam drogados

X

Uma cerimônia de casamento terminou em prisão. A noiva foi acusada de ter misturado maconha junto com outros ingredientes no menu do evento que aconteceu em um condomínio na cidade de Longwood, na Flórida, Estados Unidos. Danya Shea Glenny Syboda, de 42 anos, foi presa no dia do seu casamento, após os convidados chegarem no hospital alterados por conta do entorpecente.

De acordo com o site Mail Online, o casamento foi realizado no dia 19 de fevereiro, e teve 50 convidados. No decorrer do evento, a festa mudou de rumo quando algumas pessoas comeram morangos cobertos com chocolate, pudins e lasanha, pois todos os pratos continham infusão de maconha.

Por conta dos efeitos colaterais, os convidados acabaram indo para o hospital, onde descobriram que estavam drogados. O noivo, Andrew Svoboda, disse que os convidados não sabiam o que havia na comida do casamento, e alguns testes foram feitos em talheres, tigelas, copos, pratos e na própria lasanha. Os convidados relataram que se sentiam tranquilos, outros estavam desamparados e entorpecidos, vendo coisas estranhas. Já um convidado teve até que receber algo para se acalmar por conta da substância.

Segurança

Mulher foragida é presa em operação contra o tráfico de drogas em Indaial

O objetivo da investigação é coibir o fornecimento de drogas para as regiões de Ascurra, Apiúna e Rodeio

Segurança

SC: Acusado de matar ex-companheira e jogar corpo em lago fica calado na primeira audiência

De acordo com a denúncia, a vítima pretendia terminar o relacionamento na noite de 2 de dezembro do ano passado

Segurança

Idoso morre esmagado por trator no Oeste catarinense

Quando o Corpo de Bombeiros chegou no local da ocorrência, encontraram o homem embaixo do veículo

Segurança

Detento é morto por colega de cela na penitenciária de Blumenau

O corpo foi recolhido pela Polícia Científica para perícia cadavérica

Segurança

Ciclone Yakecan já provocou duas mortes no RS e Uruguai

O corpo de Ademar Silveira da Silva foi encontrado na manhã desta terça-feira (17)

Mais notícias

Geral

Tempestade Yakecan: ventos já passaram de 75km/h e Defesa Civil monitora fenômeno

De acordo com a Defesa Civil, até a noite de quarta-feira, 18, o sistema pode se intensificar e ganhar características de Tempestade Tropical, trazendo ventos sustentados, que são contínuos, de 75 km/h.

Economia

Negócios: Estado é apresentado para 30 países no SC Day

Evento foi realizado na Embaixada de Portugal, em Brasília