domingo, 20 de outubro de 2019
47 99116-3294
Brasil

19/09/2019 ás 16h33

Redacao

Itajaí / SC

Luciano Hang é condenado pelo TSE por coagir funcionários durante eleição
Sentença diz que o empresário terá de pagar multa de R$ 2 mil acrescidos de juros
Luciano Hang é condenado pelo TSE por coagir funcionários durante eleição
Divulgação

O TSE- Tribunal Superior Eleitoral, condenou o empresário Luciano Hang, dono das Lojas Havan, por propaganda irregular em favor do então candidato à presidência da República, Jair Bolsonaro do PSL, em 2018. A sentença do ministro Sérgio Banhos, publicada nesta quarta-feira (18), diz que o empresário terá de pagar multa de R$ 2 mil acrescidos de juros.


A coligação Para Unir o Brasil, foi responsável por ajuizar a ação, do então candidato à presidência Geraldo Alckimin (PSDB). Ele alegou “propaganda em bem de uso comum”, pela publicação d eum vídeo gravado dentro de uma unidade da Havan, em Santa Catarina.


Luciano aparecia no vídeo criticando os partidos de esquerda e dizia que talvez a Havan não iria abrir mais lojas, caso o seu candidato  não vencesse as eleições. Ele falava ainda que a Havan podia fechar as portas e demitir 15 mil funcionários. Na época, a justiça proibiu o empresário de pressionar os colaboradores.


O tribunal entendeu que houve o ato de propaganda no interior da loja e apoio ao candidato do PSL, e considerou a conduta irregular.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados