keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Nova ligação entre Balneário Camboriú e Itajaí deve dobrar capacidade viária na região

A previsão da obra é para 2022, mas as tratativas para as desapropriações da via já iniciaram

X
Divulgação

O Binário da avenida Osvaldo Reis é considerado uma das mais audaciosas e criativas soluções viárias da revolução da mobilidade promovida pelo Município de Itajaí. A obra criará uma nova ligação com Balneário Camboriú e vai dobrar a capacidade viária na região para dar continuidade à transformação na mobilidade urbana com maior qualidade de vida aos cidadãos. O projeto está em licenciamento no Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA) e as primeiras negociações de desapropriação iniciaram.

“Esta obra representa nossa coragem e vontade de fazer por Itajaí. Junto ao nosso Planejamento Estratégico, consultamos a população sobre o futuro da cidade e a construção de um novo acesso para Balneário Camboriú. Vamos criar um novo corredor de negócios e de deslocamento que ressalta também nossa vocação turística para Santa Catarina e toda a região”, destaca o prefeito Volnei Morastoni.

Conheça o projeto do Binário da Osvaldo Reis

Para a implantar a nova ligação entre Itajaí e Balneário Camboriú, a avenida paralela à Osvaldo Reis contará com quase seis quilômetros de extensão. Serão três quilômetros construídos e outros dois quilômetros de alargamento de pistas e reurbanização em estruturas viárias já existentes. O Binário da Osvaldo Reis ligará a rua José Copertino Chaves, no bairro Fazenda, até a avenida Márcio Ferreira de Mello e Silva, na Praia Brava.

A nova via contará com quatros pistas pavimentadas em asfalto e uma faixa exclusiva para transporte coletivo e bolsões para estacionamento. A reurbanização e a construção dos novos trechos garantirão amplas calçadas com acessibilidade, mobiliário urbano, ciclovia e iluminação pública em LED.

A atual estrutura da avenida Osvaldo Reis também receberá intervenções. A via será reurbanizada e preparada para implantar o sentido único na direção da Praia Brava para o bairro Fazenda. Já a nova via está planejada para o sentido contrário, do bairro Fazenda para a Brava.

Investimento gera novas riquezas

A duplicação da avenida Osvaldo Reis é o maior investimento do conjunto de soluções responsáveis pela transformação da mobilidade urbana de Itajaí. A obra quer eliminar o gargalo de tráfego intermunicipal entre as zonas urbanas de Itajaí e Balneário Camboriú. O projeto está avaliado em R$ 70 milhões, entre desapropriações e obras. Um investimento do Município de Itajaí que projeta a geração de novos investimentos e riquezas para a cidade.

O projeto consolida a expansão e desenvolvimento urbano na zona Leste de Itajaí ao criar um novo corredor de deslocamento e de negócios. A nova avenida incentivará o mercado imobiliário ao criar um fluxo de pessoas em uma nova região. “Os investimentos promovidos pelo Município de Itajaí em obras de infraestrutura vem criando um ambiente de negócios favorável para a iniciativa privada. As obras atraem novos investidores, animam o empresariado local e refletem na geração de empregos recorde”, avalia o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Thiago Morastoni.

De acordo com os técnicos da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação, a projeção é reverter os investimentos da obra ainda no primeiro ano. As análises indicam que a arrecadação incentivada com as novas construções e empreendimentos no entorno do novo binário duplicará os milhões investidos na nova avenida.

Responsabilidade Ambiental

A preocupação ambiental é um dos pontos fortes do arrojado projeto de construção da avenida. “O binário da Osvaldo Reis atende aos anseios da comunidade apontados em nosso planejamento estratégico para definir a Itajaí do futuro. Uma cidade com justiça social, moderna e sustentável”, aponta o prefeito Volnei Morastoni.

O projeto prevê a implantação de quase nove mil metros quadrados de áreas verdes e arborizadas ao longo da avenida. Além de incentivar os deslocamentos sustentáveis no transporte público e com bicicleta, a obra construirá uma estrutura de passa fauna sobre a pista para assegurar a vida dos animais no local. Este sistema impedirá, por meio de cercas, que os animais invadam a pista e se desloquem sem prejuízos ao seu habitat natural.

“Essa preocupação ambiental está ressaltada no projeto protocolado no IMA, em Florianópolis. O modelo de desenvolvimento proposto em nossas obras e reurbanizações prioriza o bem-estar do cidadão e a qualidade de vida”, afirma o secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Rodrigo Lamim.

A previsão da obra é para 2022, mas as tratativas para as desapropriações da via já iniciaram. Os trabalhos devem iniciar na Praia Brava e seguirão na direção do bairro Fazenda. 

Fonte: Clicsc

Geral

Corpo de jovem que salvou dois meninos de morrerem fogados é encontrado

O corpo de Eduardo Cordeiro Rocha, de 21 anos, foi localizado na manhã deste domingo (05), no rio Bracinho, em Schroeder, no Norte do Estado. O jovem havia desaparecido nas águas, após resgatar duas crianças […]

Geral

Vídeo: Cobra com sede fica presa em latinha de cerveja

Imagina uma cobra buscando por água mas encontrando na verdade cerveja em um lata. Foi o que aconteceu na India. A cobra ainda ficou presa dentro da lata e o vídeo do resgate rivalizou nas […]

Geral

Tragédia: Cadeirante não consegue sair de casa e morre carbonizado em SC

Durante o processo de rescaldo do incêndio, o corpo da vítima foi localizado totalmente carbonizado

Geral

Relatório do IMA aponta que 78,8% dos pontos analisados no Litoral estão próprios para banho

De novembro a março, considerado alta temporada, os resultados das amostras são divulgados toda semana

Geral

Paulinha homenageia Hospitais filantrópicos em sessão especial da Alesc

Paulinha afirmou que a homenagem foi a forma encontrada para trazer luz ao trabalho edificado pelas mãos dos profissionais e dirigentes das unidades de saúde

Mais notícias

Segurança

Crianças que morreram em acidente na Serra Dona Francisca eram de Balneário Camboriú

Os pais, de 42 e 37 anos, foram socorridos e levados pro hospita

Segurança

Homem incendeia a própria casa para se livrar de infestação de cobras

Bombeiros acreditam que o fogo começou no porão e se alastrou pelo resto da casa